Publicidade

Estado de Minas ATLÉTICO

Atlético busca 2º melhor aproveitamento no Brasileiro por pontos corridos

Galo lidera o campeonato com 74 pontos e precisa de mais oito em cinco jogos restantes para ser campeão sem depender de outros resultados


22/11/2021 07:07 - atualizado 22/11/2021 07:14

Atlético se aproximou do título ao ganhar do Juventude no último sábado, por 2 a 0, no Mineirão, pela 34ª rodada do Brasileiro
Atlético se aproximou do título ao ganhar do Juventude no último sábado, por 2 a 0, no Mineirão, pela 34ª rodada do Brasileiro (foto: Pedro Souza/Atlético)
O Atlético busca ao menos três vitórias nas cinco rodadas restantes do Campeonato Brasileiro para somar 83 pontos e registrar o segundo melhor índice na era dos pontos corridos. O alvinegro enfrenta o Palmeiras nesta terça-feira, às 21h30, no Allianz Parque, em São Paulo, pela 35ª rodada. Depois, pega Fluminense, Bahia, Bragantino e Grêmio.

Se encerrar a competição com 83, o Galo terá 72,8% de aproveitamento, ligeiramente acima dos 72,5% obtidos pelo Cruzeiro em 2003. Na ocasião, o arquirrival computou 100 pontos em 138, uma vez que a Série A era disputada por 24 clubes em 46 rodadas.

O alvinegro só ficaria abaixo do Flamengo campeão em 2019, com 90 - 78,9%. O time dirigido pelo português Jorge Jesus ficou notabilizado pelo grande poderio ofensivo - marcou 86 gols, a maioria com o trio Gabriel (25), Bruno Henrique (21) e Arrascaeta (13). Foram 28 vitórias, seis empates e quatro reveses.

Com 74 pontos em 33 jogos - 23 triunfos, cinco empates e cinco derrotas -, o Atlético contabiliza índice de 74,7% e pode alcançar até 78%. Hulk é o destaque da equipe na Série A, com 14 gols e sete assistências em 31 presenças. Na temporada, anotou 29 tentos em 62 jogos.

Mesmo com cinco partidas a cumprir, o Galo ultrapassou o desempenho do Flamengo de 2009 (67) e 2020 (71); do Fluminense de 2010 (71); e do Corinthians de 2011 (71) e 2017 (72). Caso ganhe do Palmeiras, atingirá 77 pontos, acima do São Paulo de 2008 (75) e do Cruzeiro de 2013 (76).


Para ser campeão do Brasileirão dependendo somente das próprias forças, o Atlético necessita de oito pontos nos cinco duelos restantes (53,3%), já que o Flamengo, vice-líder, com 66, consegue ir no máximo a 81. O rubro-negro terá pela frente Grêmio, Ceará, Sport, Santos e Atlético-GO.

Pontuação e aproveitamento dos campeões desde 2003*

* O Brasileirão teve 46 rodadas em 2003 e 2004, 42 em 2005 e 38 a partir de 2006

2003 - Cruzeiro: 100 pontos (72,5%)

2004 - Santos: 89 pontos (64,5%)

2005 - Corinthians: 81 pontos (64,3%)

2006 - São Paulo: 78 pontos (68,4%)

2007 - São Paulo: 77 pontos (67,5%)

2008 - São Paulo: 75 pontos (65,8%)

2009 - Flamengo: 67 pontos (58,8%)

2010 - Fluminense: 71 pontos (62,3%)

2011 - Corinthians: 71 pontos (62,3%)

2012 - Fluminense: 77 pontos (67,5%)

2013 - Cruzeiro: 76 pontos (66,7%)

2014 - Cruzeiro: 80 pontos (70,2%)

2015 - Corinthians: 81 pontos (71%)

2016 - Palmeiras: 80 pontos (70,2%)

2017 - Corinthians: 72 pontos (63,1%)

2018 - Palmeiras: 80 pontos (70,2%)

2019 - Flamengo: 90 pontos (78,9%)

2020 - Flamengo: 71 pontos (62,3%)

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade