Publicidade

Estado de Minas SÉRIE B

Equipe celeste exalta atuação do goleiro Fábio na vitória contra o Coritiba

Além de defender pênalti, arqueiro fez importantes intervenções na vitória do Cruzeiro sobre o Coxa, em Curitiba. Próximo adversário é o Botafogo, na terça


10/10/2021 04:00 - atualizado 09/10/2021 22:14

Fábio, jogador do Cruzeiro
Aos 41 anos, o goleiro Fábio ainda é peça importante na equipe do Cruzeiro, tanto pelas atuações quanto pela liderança no time (foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

O Cruzeiro conseguiu a maior vitória dele na Série B do Campeonato Brasileiro de 2021 ao golear o Coritiba por 3 a 0, na noite de sexta-feira, na casa do adversário, e seria natural enaltecer o poder ofensivo da equipe. Mas os próprios integrantes do time celeste fizeram questão de destacar a importância do goleiro Fábio no resultado. E não só porque o camisa 1 pegou pênalti cobrado pelo artilheiro Leo Gamalho, aos 22min do segundo tempo. Ele também mostrou muito reflexo aos 44min, quando conseguiu se recuperar depois de finalização do camisa 9 coxa-branca da entrada da área desviar em dois defensores celestes. Além do mais, o arqueiro de 41 anos exerce liderança e passa muita segurança tanto para os mais experientes quanto para os mais jovens. É sempre um exemplo a ser seguido por todos na Toca da Raposa II.

“Fábio é um goleiro de alto nível. Foi importante (contra o Coritiba) porque, ao pegar o pênalti, jogou balde de água fria no adversário, que luta pela reação. Depois pegou bola que desviou na defesa. É a segunda vez que trabalho com ele e posso dizer que hoje ele está melhor que da outra vez. Melhor de astral, de humor, de convivência, melhor fisicamente, bem treinado. Temos de dar os parabéns para o treinador (de goleiros) André Croda. E sempre que preciso ele se apresenta com muita qualidade”, afirmou o técnico Vanderlei Luxemburgo, cuja última passagem pela Raposa foi em 2015. Na primeira, entre o fim de 2002 e o começo de 2004, o goleiro estava no Vasco.

Entre os jogadores, o sentimento é o mesmo. “A gente fica feliz pela vitória e pelo desempenho (na sexta-feira). E nós temos de exaltar o Fábio, que atuou em momento importante, pois o adversário saiu para o jogo”, afirmou o armador Giovanni, que abriu o caminho para a goleada ao vencer o goleiro Wilson logo com 3min. “A gente sabia os pontos fortes deles, procuramos neutralizá-los. E o Fábio, mais uma vez, foi fundamental. Vamos, treino a treino, para dar mais passos para frente”, declarou o zagueiro Ramon, cujo braço tocou na bola depois de cabeçada de Gamalho, em lance que resultou no pênalti defendido pelo goleiro celeste.

Foi a 34ª vez que Fábio pegou uma penalidade máxima com a camisa celeste. Dessas, 24 foram no tempo regulamentar e 10 em disputas por pênaltis. “Glória a Deus pela oportunidade de estar dentro de campo diante do líder do campeonato, uma equipe de qualidade. O Cruzeiro é gigante e, independentemente da situação, tem de respeitar. Agradecer a todos da equipe, à torcida que incentiva e empurra, aos outros goleiros, ao treinador André Croda, aos membros da comissão técnica. Jogo a jogo, independentemente das circunstâncias, vamos lutar até o final”, disse o goleiro, sabedor que o Cruzeiro só vai conseguir subir se vencer os nove jogos que faltam.

Para ele, a cada vez que consegue parar um atacante em finalização da marca dos 9,15 é uma dádiva. “É sempre difícil defender pênalti. Por mais que você veja os vídeos, há várias formas de cobrar, alto, baixo, fraco, forte, no meio, canto. Mas Deus me capacitou e eu pude ajudar a equipe fazendo a defesa”, afirmou Fábio, que completou 967 jogos pelo Cruzeiro, com o qual deve renovar contrato até dezembro de 2022, de modo que ultrapasse 1.000 partidas.

Na semana passada, ele garantiu, em entrevista ao site The Player’s Tribune, que está muito confiante na volta do Cruzeiro à Série A. Só não estabelece prazo. Pode ser este ano, o que é difícil, ou no ano que vem, mesmo que não dependa só dele.

“Apesar das adversidades, digo com total segurança: a gente vai voltar. Eu tenho certeza. Você pode me perguntar como eu posso ter tanta confiança, ainda mais no meio desse doloroso processo de reconstrução. Eu tenho. E repito: a gente vai voltar! Eu estarei aqui para viver esse momento. Sabe por quê? Dias atrás eu estava um pouco triste com toda a nossa situação e fui assistir TV. Liguei e estava passando um documentário sobre os locais mais remotos da Terra. A voz do locutor explicava que os desertos, por causa da baixa umidade no ar, são os melhores lugares pra gente ver as estrelas em toda sua beleza e grandiosidade e que eles têm o céu mais azul que em outras partes do planeta. Quem estava falando? Eu escolhi ouvir”.

No mesmo veículo, ele fez uma revelação: “Todo goleiro adora uma disputa de pênaltis. Verdade. Porque é o único momento em que a gente não erra. Não tem como. Quem erra ali é sempre o atacante. Na frente dele está um vão de 7,32m de largura por 2,44m de altura. Grande pra caramba. No meio, um único obstáculo, fininho como o número 1. Se o atacante não põe a bola pra dentro desse vão imenso, é erro dele. Pra gente só resta o acerto, que é defender”.


Estreladas..

• Mudanças
O técnico Vanderlei Luxemburgo tem alguns problemas para o próximo compromisso do Cruzeiro, contra o Botafogo, terça-feira, no Independência. Ele não contará com o zagueiro Ramon e o volante Ariel Cabral, suspensos por terem recebido o terceiro cartão amarelo, além do volante Flávio, com lesão na coxa direita, e o atacante Marcelo Moreno, a serviço da Seleção da Bolívia. A principal dúvida fica por conta do atacante Bruno José, que saiu no fim da etapa inicial do jogo em Curitiba sentindo dor no tornozelo direito.

•  Expectativa
O treinador celeste aguarda a conclusão de algumas situações para definir o time para a próxima partida. O atacante Wellington Nem não viajou ao Sul do país para aprimorar a parte física em Belo Horizonte. Outros que dependem de avaliação são o lateral-direito Norberto, entregue à preparação física depois de se recuperar de lesão na coxa direita, e o armador Marcinho, com um incômodo no pé direito.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade