Publicidade

Estado de Minas

Na Toca, discurso em tom de esperança


postado em 03/06/2020 04:00

De volta ao Cruzeiro após empréstimo ao Ceará, o goleiro Lucas França exalta perfil do técnico Enderson Moreira(foto: BRUNO HADDAD/CRUZEIRO)
De volta ao Cruzeiro após empréstimo ao Ceará, o goleiro Lucas França exalta perfil do técnico Enderson Moreira (foto: BRUNO HADDAD/CRUZEIRO)

 
Reintegrado ao elenco do Cruzeiro após o empréstimo ao Ceará, o goleiro Lucas França diz que o perfil do técnico Enderson Moreira será fundamental para aumentar a competitividade do time. Aos 24 anos, ele trabalhou por duas vezes com o treinador no clube de Fortaleza. Para o arqueiro, o comandante busca extrair o melhor de cada atleta. A equipe tem quatro goleiros à disposição. Além de Lucas e do titular, Fábio, Vitor Eudes e Vinícius compõem o grupo.
 
“Eu tive duas passagens com o Enderson Moreira no Ceará. O trabalho dele e da comissão técnica é muito intenso, dinâmico. Ele sempre busca tirar o máximo de cada jogador, é um professor, sempre que precisa ele explica o que acha melhor, para que os jogadores possam evoluir a cada dia. Fizemos bons trabalhos no Ceará e agora está sendo gratificante também trabalhar com ele novamente, no Cruzeiro”, afirmou.
 
Em entrevista à TV Cruzeiro, ele destacou a felicidade em retornar à Raposa. “Fui formado no Cruzeiro e, para mim, é gratificante voltar para a minha casa, voltar para o meu lar, onde eu me sinto à vontade. É um motivo de muita felicidade, muita alegria estar de volta, representando esta camisa com mais experiência e mais rodagem”, disse.
 
Lucas França chegou ao Cruzeiro em 2011, ainda nas categorias de base. Cinco anos depois, foi promovido ao elenco principal. Naquela temporada, ele fez sua estreia diante do Corinthians, em partida que terminou empatada em 1 a 1, pela Série A do Campeonato Brasileiro.
 
Assim como o goleiro, a projeção do volante Ariel Cabral também de otimismo, ainda que o time esteja em quinto lugar no paralisado Campeonato Mineiro a duas rodadas do fim da fase classificatória e vá disputar a Série B do Brasileiro. Um dos atletas com mais experiência do grupo e há mais tempo na Toca II, Cabral revela esperança com a construção de um ‘novo Cruzeiro’, como tem pregado o presidente eleito, Sérgio Santos Rodrigues.
 
O argentino exaltou o discurso do dirigente, que assumiu na segunda-feira, e se mostrou animado com as mudanças. “As esperanças são boas. As palavras do presidente foram de esperança. As pessoas que estão vindo aí nos motivaram muito. Estamos com ele para ajudar. Acredito que vai dar certo porque tem muita seriedade nas palavras dele. Vamos construir o novo Cruzeiro, porque merece”, prometeu.

INCENTIVO Ariel comentou também sobre a chegada de mais um estrangeiro. Embora a contratação do colombiano Angulo tenha sido formalizada em março, só agora ele pôde treinar com os companheiros, em função da longa parada por causa da pandemia de coronavírus. O meio-campista garantiu que ajudará o colega na adaptação ao clube. “A gente quer que os estrangeiros se sintam bem aqui, se sintam confortáveis. Todos aqui são gente boa. Que ele possa jogar tranquilo, porque tem um estrangeiro aqui que vai ajudá-lo muito.”
 
estrelada
 
Na diplomacia

Um dia depois de tomar posse na presidência do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues visitou o governador Romeu Zema (Novo), na Cidade Administrativa. Segundo o clube, em pauta estavam assuntos de interesses da Raposa e do futebol mineiro. Zema recebeu de presente uma camisa 30, número de seu partido. Na segunda-feira, o dirigente celeste recebeu as visitas do vice-presidente da CBF, Castellar Guimarães Neto, e do presidente da Federação Mineira de Futebol, Adriano Aro. 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade