Publicidade

Estado de Minas BASQUETE

Para quebrar o jejum


postado em 19/11/2019 04:00

O Minas, do ala/armador Leandrinho, tenta o primeiro triunfo como mandante pelo NBB (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press %u2013 18/12/18)
O Minas, do ala/armador Leandrinho, tenta o primeiro triunfo como mandante pelo NBB (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press %u2013 18/12/18)

Depois de 15 dias sem jogar, o Minas volta à quadra hoje, às 20h, na Arena Minas, para enfrentar o Bauru-SP, em seu sétimo jogo pelo Novo Basquete Brasil (NBB). Até aqui o time mineiro disputou quatro partidas fora de casa (venceu três). Nas duas que fez diante de sua torcida, acabou derrotado, contra Flamengo (93 a 85) e Botafogo (85 a 84). Por isso, o desafio agora é o primeiro triunfo como mandante.

Um dos trunfos do Minas é o ala/armador Leandrinho, o cestinha do NBB, com 131 pontos, o que dá uma média de 21,83 por duelo. Para ele, no entanto, o importante é o fator coletivo. “Ajudar o time é o que quero, pois não estou sozinho em quadra. Além do mais, somos um time.” Ele é também o segundo jogador mais eficiente da competição.

Para o técnico Léo Costa, a longa folga de duas semanas foi importante para que pudesse aprimorar a 'química' do grupo. Segundo ele, foram 15 dias de treinos intensos, que certamente serão importantes para um entrosamento mais “fino”, como ele diz, e que já deverá ter diferença no compromisso desta noite. O Minas, que tem três vitórias e três derrotas, é o nono colocado, enquanto o adversário paulista é apenas o 11º – no entanto, já disputou duas partidas a mais que o Minas: acumula três vitórias e cinco derrotas.

Os ingressos estão à venda pela internet (www.eventim.com.br/minas). A inteira custa R$ 20, e a meia-entrada, R$ 10. Sócios podem comprar os tíquetes nas Centrais de Atendimento do clube.

REFORÇO

O Minas apresentará ainda esta semana seu mais novo reforço, o ala/armador norte-americano Brent Jackson, de 25 anos e 1,93m. Natural de Fort Carson, no Colorado (EUA), Brent estava no Ostioneros de Guaymas, do México. No Campeonato Mexicano apresentou médias de 18,6 pontos, 5,2 rebotes e 1,9 assistência por partida. Nos arremessos de três pontos tem aproveitamento de 39,9%. É formado em ciência do exercício pela Universidade de Columbus State, equipe que defendeu no basquete universitário. O jogador já disputou a G League da NBA em 2016 pelo Long Island Nets. (ID)


Publicidade