Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas CAMPEONATO BRASILEIRO

Cruzeiro encara Goiás contra jejum e para espantar a crise

Com novo treinador e desafio de vencer para tentar deixar a zona de rebaixamento, Cruzeiro encara o Goiás fora de casa. Time não ganha como visitante há 24 partidas


postado em 30/09/2019 04:00 / atualizado em 29/09/2019 22:24

Mesmo com tempo mínimo para treinamento, Abel comandará o time se tiver o nome publicado hoje no BID(foto: ALEXANDRE GUZANSHE/EM/D.A PRESS)
Mesmo com tempo mínimo para treinamento, Abel comandará o time se tiver o nome publicado hoje no BID (foto: ALEXANDRE GUZANSHE/EM/D.A PRESS)


Sem vencer fora de casa desde junho do ano passado pelo Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro enfrenta o Goiás hoje, às 20h, no encerramento da 22ª rodada do Brasileiro, precisando da vitória para tentar sair da zona de rebaixamento e dar um pouco de alento para sua torcida, que sonha com a reação. Além disso, a partida é a chance de jogadores criticados darem a volta por cima e deixar uma boa impressão no técnico Abel Braga, apresentado sábado para a vaga de Rogério Ceni, que deixou o clube depois de passagem relâmpago de 46 dias.

Para ficar no banco, Abel precisa que seu nome seja publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. O clube considera como certa a presença e Abel viajou com a delegação ontem, depois de comandar treino fechado.

O Cruzeiro vem de empate com o Ceará, no Castelão, em jogo em que conseguiu criar boas chances, mas desperdiçou. Agora, no Serra Dourada, contra um adversário motivado por vitórias recentes, o time precisa caprichar para iniciar a recuperação que o tire da zona da degola (está em 17º, com 19 pontos, e segue no Z-4 mesmo se vencer). O último triunfo como visitante foi contra o Ceará, por 1 a 0, em 3 de junho do ano passado. Desde então, coleciona sequência de 24 partidas sem vencer longe de seus domínios, se tornou um visitante inofensivo e, com as más atuações dentro de Belo Horizonte – entre elas, uma goleada acachapante para o Grêmio por 4 a 1, no Independência –, passou a ocupar a ponta de baixo da tabela.

Abel Braga chegou sábado à tarde e comandou dois treinos fechados. Portanto, não há definição de qual time irá a campo hoje. A única pista deixada por Abel é que ele quer uma formação ofensiva, jogando com três atacantes, dois abertos e um centralizado. Por isso, é bem provável que o Cruzeiro jogue hoje com Sassá, já que Fred cumpre suspensão por causa do terceiro cartão amarelo. Pelos lados, Robinho e Pedro Rocha, que ficou fora do treino de sexta-feira, com dor no tornozelo, mas trabalhou com o grupo no sábado. Caso não jogue, Marquinhos Gabriel assume a vaga.

ESTRATÉGIA

O treinador confessou que conhece pouco do Goiás. No sábado, assistiu a alguns vídeos do time comandado por Ney Franco antes de seguir para o treino, mas não detalhou qual estratégia vai usar. “Eu não vou dizer aqui. Não vou nem abrir treino. Há jogadores que estão fora. Sabe o que acontece? Se eu tivesse quatro dias pelo menos, ia insistir em mostrar algumas coisas a eles, como eu penso e vejo futebol. Mas, no fundo, independentemente de estratégia, parte tática, hoje a boa é aquela que ganha”, disse, antes de falar de sua preferência. “Eu gosto de três atacantes. Eu gosto de um atacante de área. Eu gosto de dois atacantes rápidos de lado. Eu tenho no Cruzeiro. Ou não tenho? Este jogo já sei que não tenho o Fred”, ponderou.

O ADVERSÁRIO

Em alta

Vindo de sequência positiva pela Copa Verde e pelo Brasileiro, o Goiás deve ter apenas uma mudança para enfrentar o Cruzeiro. Sem contar com Jefferson e Marcelo Hermes, suspensos por causa do terceiro cartão amarelo, o técnico Ney Franco deve usar Alan Ruschel (ex-Chapecoense) na lateral-esquerda. O Esmeraldino está na semifinal da Copa Verde e, no Nacional, vem de duas vitórias seguidas, o que ajudou o time a se distanciar da zona da degola, com 27 pontos. Goleou o Fluminense por 3 a 0, em casa, e vem de vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo, em pleno Morumbi, em partida que teve como um dos destaques o goleiro Tadeu e levou à queda de Cuca.


FICHA TÉCNICA
GOIÁS X CRUZEIRO
Goiás: Tadeu; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Alan Ruschel; Gilberto Júnior, Yago Felipe e Léo Sena; Michael, Rafael Moura e Leandro Barcia
Técnico: Ney Franco
Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Dedé, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Éderson; Robinho, Thiago Neves, Pedro Rocha (Marquinhos Gabriel); Sassá
Técnico: Abel Braga
22ª rodada do Brasileiro
Estádio: Serra Dourada
Horário: 20h
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Assistentes: Clóvis Amaral da Silva (PE) e Fábio Pereira (TO)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Cruzeirenses pendurados: Fábio, Orejuela, Marquinhos Gabriel, Henrique, Robinho, Cacá, Dedé, Ariel Cabral
TV: Pay-per-view



Publicidade