Publicidade

Estado de Minas

Medalhas históricas para o Brasil em Lima

Tae kwon do brasileiro crava melhor campanha de todos os tempos nos Jogos. Ginástica masculina tem dobradinha no lugar mais alto do pódio


postado em 30/07/2019 04:11

Caio Souza conquistou o inédito ouro no individual geral da ginástica enquanto Milena Titoneli se tornou a primeira mulher do país campeã pan-americana no tae kwon do(foto: Luis ROBAYO/AFP)
Caio Souza conquistou o inédito ouro no individual geral da ginástica enquanto Milena Titoneli se tornou a primeira mulher do país campeã pan-americana no tae kwon do (foto: Luis ROBAYO/AFP)



Chuva de medalhas históricas para o Brasil em Lima. O tae kwon do despediu-se, ontem, com a melhor participação do país na modalidade em todos os tempos em Pan-Americanos e, de quebra, uma façanha: a primeira conquista de uma brasileira nesse esporte. O dia ainda foi de muito brilho na ginástica artística, com um ouro e uma prata no individual geral masculino e um bronze no feminino. Ouro também no triatlo e lugar mais alto do pódio na canoagem, para Isaquias Queiroz, que treina em Lagoa Santa.

Talvez a maior emoção tenha sido a protagonizada por Caio Souza e Arthur Nory, que deixaram canadenses e norte-americanos para trás e conseguiram uma inédita dobradinha para o Brasil na ginástica artística. O melhor resultado do país em Pans, no individual geral, havia sido o quarto lugar de Caio em Toronto’2015. A conquista veio depois do festejado ouro por equipes (masculino), obtido no fim da noite de domingo.  O resultado dá moral aos atletas, que brigarão, em outubro, no Mundial de Stuttgart, por vaga na Olimpíada de Tóquio.

No feminino, Flávia Saraiva não decepcionou e, com desempenho melhor que o da fase classificatória (quando avançou à final com a quarta colocação), conquistou o bronze no individual geral feminino. Ela repetiu a campanha de quatro anos atrás.

“É muito gratificante receber esta medalha, especialmente por tudo o que treinei. Tenho que agradecer muito a todos que me ajudaram, este ano foi meio difícil para voltar à melhor forma, sou muito exigente comigo mesma. Não foi só um trabalho meu, mas de toda a equipe”, comentou Flávia.

Ela voltará ao ginásio Villa El Salvador, local das competições de ginástica artística no Pan de Lima, amanhã, a partir das 15h (de Brasília), para as finais da trave e do solo. Thaís Fidelis também disputa a decisão do solo.

Hoje, Carolyne Pedro e Lorrane Oliveira disputam as finais por aparelho nas assimétricas, a partir das 17h10.

feito feminino Sete dos oito atletas que representaram o Brasil no tae kwon do subiram no pódio em Lima. O último dia de competição da modalidade, ontem, foi marcado pelo ouro histórico de Milena Titoneli, primeira mulher do país campeã pan-americana nesse esporte; a prata de Ícaro Miguel e os bronzes dos mineiros Maicon Andrade e Raiany Fidélis. Com a conquista, Maicon fechou uma espécie de tríplice coroa, com as medalhas olímpica, mundial e pan-americana.

Ao todo, o Brasil ganhou dois ouros, duas pratas e três bronzes no tae kwon do, superando a participação nos Jogos do Rio’2007, quando teve um campeão, dois vices e um terceiro colocado.

O triatlo brasileiro fechou a participação em Lima com o segundo ouro, no revezamento misto, com a equipe formada por Luisa Baptista, Vittoria Lopes, Manoel Messias, e Kauê Willy. A prova estreou no programa nesta edição e fará parte do calendário olímpico a partir de Tóquio’2020.

FAVORITISMO Isaquias Queiroz, que treina em Lagoa Santa, cravou o bicampeonato da prova do C1 1.000 metros. Ouro em Toronto’2015, o baiano confirmou o favoritismo ao bater o cubano Fernando Jorge. “O cubano chegou junto nos 500 metros (iniciais), daí começou a crescer, mas depois comecei a subir mais e ele desistiu. Fui um pouco mais devagar, com a remada baixa, até o fim, até para não mostrar o meu potencial”, destacou.

Isaquias passa a somar quatro medalhas na história do Pan: em 2015, além do ouro no C1 1.000m, venceu no C1 200m e foi prata no C2 1.000m.


BRASIL NO PAN
Hoje
Badminton
14h30 Oitavas de final duplas feminino (Jaqueline Lima/Samia Lima)
16h15 Oitavas de final duplas feminino (Fabiana Silva/Tamires Santos)

Canoagem
12h C1 200m – final (Valdenice Conceição)
12h15 K1 200m – final (Edson Silva)
12h40 K1 200m – final (Ana Paula Vergutz)

Esqui aquático
18h Wakeboard masculino – final (Marcelo Giardi)

Ginástica artística
17h10 Barras assimétricas – final (Carolyne Pedro e Lorrane Oliveira)

Levantamento de peso
14h 87kg (Jaqueline Ferreira)
19h 109kg (Fernando Reis)

Pentatlo
11h Revezamento misto

Tênis
12h Simples masculino (Thiago Wild)
Simples masculino (João Menezes)
16h Oitavas de final duplas (Carolina Meligeni/Luisa Stefani)
18h Simples feminino (Carolina Meligeni)

Vôlei de praia
14h30 Disputa do bronze feminino (Ângela/Carol x Delis/Martínez, de Cuba)

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade