Publicidade

Estado de Minas

Agora é a luta por recuperação


postado em 29/07/2019 04:08

O América, do técnico Felipe Conceição, encara a Ponte amanhã(foto: RAMON LISBOA/EM/D.A PRESS)
O América, do técnico Felipe Conceição, encara a Ponte amanhã (foto: RAMON LISBOA/EM/D.A PRESS)


Após perder o sétimo jogo nesta Série B do Brasileiro, o América se reapresentou na manhã de ontem já pensando na preparação para os dois próximos duelos da equipe, ambos fora de casa. O primeiro adversário será a Ponte Preta, amanhã, em Campinas. Depois, o Paraná. Os adversários brigam para entrar no G-4 do torneio.

O confronto com a Ponte será em Campinas. O time paulista está em oitavo lugar, com 19 pontos. Já no sábado, às 17h, o Coelho medirá forças com o Paraná, na Vila Capanema, em Curitiba. O time paranaense, que perdeu na sexta-feira para Sport, por 1 a 0, aparece na vice-liderança da Segunda Divisão, com 22 pontos.

O alviverde, do técnico Felipe Conceição, viaja com a obrigação de se recuperar a qualquer custo. Lanterna da competição, o Coelho foi derrotado no Independência na sexta-feira pelo Atlético-GO por 1 a 0. E já vinha de empate por 0 a 0 com o Oeste, também no Horto. Em 12 partidas, foi só uma vitória (3 a 1 sobre o CRB, em Maceió, pela sétima rodada), sete derrotas e quatro empates.

As atividades no CT Lanna Drumond começaram com um trabalho físico para todos os atletas, com foco em prevenção e aperfeiçoamento dos movimentos. Os jogadores que atuaram por 90 minutos no revés para o Atlético-GO realizaram atividades com bola em espaço reduzido, sob supervisão do técnico Felipe Conceição.

Paralelamente, o restante do grupo participou de atividade de troca de passes, seguida de um treino de cruzamentos e finalizações. Os goleiros fizeram preparação específica. O América fará mais um treino na manhã de hoje, no Lanna Drumond, antes do embarque para Campinas, no período da tarde.

Depois dos duelos contra Ponte Preta e Paraná, longe de Belo Horizonte, fechará o turno da Série B diante de Londrina (casa), Cuiabá (casa), Vitória (fora), Guarani (casa) e São Bento (fora). Os três últimos rivais também lutam para sair da zona de rebaixamento.


Publicidade