Publicidade

Estado de Minas

Para brigar no topo

Com bom desempenho fora de casa, Atlético visita o Goiás levando maioria dos titulares. Time ganhou três dos cinco duelos longe de BH. Triunfo hoje o mantém no pelotão de cima


postado em 28/07/2019 04:21

Desgaste do volante Jair põe Zé Welison e Martínez disputando vaga no meio-campo alvinegro para o duelo desta noite no Serra Dourada(foto: Fotos: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
Desgaste do volante Jair põe Zé Welison e Martínez disputando vaga no meio-campo alvinegro para o duelo desta noite no Serra Dourada (foto: Fotos: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
 

Motivado pela vitória sobre o Botafogo no primeiro jogo das oitavas de final da Copa Sul-Americana, na quarta-feira, o Atlético entra em campo hoje para tentar emplacar o terceiro triunfo seguido fora de casa nesta temporada. O desafio desta vez será contra o Goiás, às 19h, no Serra Dourada, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A série teve início com a vitória atleticana sobre a Chapecoense, de virada, por 2 a 1, na Arena Condá, pela 10ª rodada. Já no meio de semana, o Galo bateu o Botafogo no Nilton Santos por 1 a 0, abrindo vantagem na briga pela vaga nas quartas de final da Sul-Americana. O duelo de volta será na quarta-feira, às 21h30, no Independência. Os mineiros podem até empatar que, ainda assim, avançam na competição continental. A equipe que se classificar enfrentará o La Equidad, da Colômbia.

Mais do que aumentar a invencibilidade como visitante (no Nacional, ganhou três duelos e foi derrotado em dois), um triunfo sobre o Goiás abre a possibilidade de o Atlético se aproximar dos líderes do Brasileiro. Com 20 pontos, o Galo espera terminar a rodada sem perder as primeiras posições de vista.

Para o duelo em Goiânia, o técnico Rodrigo Santana prometeu utilizar o time considerado titular, ainda que tenha poupado o volante Jair e o atacante Ricardo Oliveira, que nem viajaram. A intenção do treinador é buscar um bom resultado no Serra Dourada para ‘compensar’ os pontos perdidos no empate cedido ao Fortaleza por 2 a 2, no Independência. Na ocasião, o Atlético chegou a abrir 2 a 0, mas sofreu dois gols e desperdiçou um pênalti.

“Um jogo importante para continuarmos próximos da liderança. A gente sabe que temos um jogo importante na quarta, mas deixamos de somar três pontos no último jogo no Campeonato Brasileiro. Agora, precisamos de uma equipe forte para procurar somar fora de casa. Sempre é importante somar fora de casa. Se der para trazer a vitória, melhor. Mas no mínimo um ponto temos que buscar”, disse Santana.

Rodrigo utilizará a base que enfrentou o Botafogo, mas poupando alguns atletas. O volante Jair e o lateral-esquerdo Fábio Santos apresentaram desgaste além do normal. O primeiro ficou em BH. Zé Welison e Ramón Martínez disputam a vaga no meio-campo. No sistema defensivo Lucas Hernández assumiria a posição.

O Atlético não contará com o goleiro Victor, que se recupera de tendinite no joelho esquerdo. O armador Cazares, por sua vez, está com conjuntivite. Sem Ricardo Oliveira, Alerrandro é opção, mas Papagaio corre por fora.

ADVERSÁRIO Diferentemente do Atlético, que se divide entre Brasileiro e Sul-Americana, o Goiás está com foco total no torneio nacional. Com 16 pontos, tem apenas uma dúvida na escalação: Marlone ou Giovanni Augusto. O técnico Claudinei Oliveira optou por Giovanni nas últimas partidas. No entanto, Marlone figurou entre os 11 no treinamento e pode começar jogando. O volante Léo Sena, recuperado de lesão, retorna, enquanto o atacante Leandro Barcia, que voltou de suspensão, ocupa o lugar de Renatinho.


FICHA TÉCNICA

GOIÁS X ATLÉTICO
Goiás: Tadeu; Daniel Guedes, Yago, Rafael Vaz e Jefferson; Geovane, Léo Sena e Marlone (Giovanni Augusto); Michael, Kayke e Leandro Barcia.
Técnico: Claudinei Oliveira
Atlético: Cleiton; Patric, Réver, Igor Rabello, e Lucas Hernández; Ramón Martínez (Zé Welison); Chará, Elias, Vinícius e Otero; Alerrandro (Papagaio)
Técnico: Rodrigo Santana
12ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Serra Dourada
Horário: 19h
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Danilo Manis (SP) e Anderson José Coelho (SP)
VAR: Rodrigo Amaral (SP)
Transmissão: SporTV e Pay-per-view


Publicidade