Publicidade

Estado de Minas

Líder busca a reação


postado em 27/07/2019 04:14

Sem vencer há quatro jogos, o Palmeiras, de Felipão, recebe o Vasco no Allianz Parque(foto: ALEXANDRE GUZANSHE/EM/D.A PRESS - 12/5/19)
Sem vencer há quatro jogos, o Palmeiras, de Felipão, recebe o Vasco no Allianz Parque (foto: ALEXANDRE GUZANSHE/EM/D.A PRESS - 12/5/19)


O histórico recente ruim faz o Palmeiras ligar o sinal amarelo e entrar mais aceso em suas partidas. Depois da eliminação na Copa do Brasil para o Internacional, o líder do Campeonato Brasileiro perdeu a invencibilidade de 33 jogos na competição na rodada passada, quando foi derrotado pelo Ceará por 2 a 0. Para piorar, completou quatro duelos sem vencer. Por isso, ganhar do Vasco hoje, às 17h, no Allianz Parque, pela 12ª rodada do Nacional, vira questão de obrigação para os jogadores.

O armador Raphael Veiga sabe que os tropeços não podem abalar a equipe, mas destaca a importância de triunfar: “Não é porque tivemos quatro resultados que não esperávamos que agora temos de achar que está tudo ruim e deixar de focar no que vem pela frente. Foi ruim, não queríamos, não gostamos, mas passou. Não tem tempo para ficar lamentando. Esses resultados deixam jogador e torcida chateados, porque sempre almejamos coisa grande. Mas não dá para ficar vivendo o que passou. Tem que esquecer e focar no próximo jogo, no Vasco”.

O Palmeiras vai encarar um adversário embalado. Sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, o Vasco venceu três dos últimos quatro compromissos e começa a sonhar com a faixa intermediária. Apesar disso, a equipe persegue a primeira vitória fora de casa.

Embalado pela vitória por 1 a 0 sobre o Nacional fora de casa, pela Copa Libertadores, o Internacional deve escalar os reservas contra o Ceará, hoje, às 19h, no Beira-Rio. Se vencer, o Colorado chegará aos mesmos 20 pontos do Atlético, superando o alvinegro. O Vovô tenta beliscar pontos como visitante para se distanciar da zona de rebaixamento.

A exemplo do Inter, o Fluminense vive motivação extra pela vitória contra o Peñarol por 2 a 1, na Copa Sul-Americana, e entra em alto-astral para pegar o São Paulo, às 19h, no Maracanã. O tricolor carioca não poupará ninguém: Ganso, Pedro e Yony González (autor dos gols no Uruguai) estão confirmados. O time paulista, por outro lado, terá seis desfalques: Anderson Martins (tendinite na coxa), Willian Farias (mialgia), Éverton Felipe (tendinite no joelho), Liziero (entorse no tornozelo), Rojas (em recuperação de lesão no joelho) e Pablo (em recuperação de contusão no tornozelo). O atacante Raniel (ex-Cruzeiro) está entre os titulares. A equipe vem de goleada por 4 a 0 sobre a Chapecoense, no Morumbi.


Publicidade