Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Cruzeiro com o mesmo time


postado em 17/07/2019 04:06

Thiago Neves saiu mais cedo contra o Botafogo, no domingo, mas estará em campo nesta noite(foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Thiago Neves saiu mais cedo contra o Botafogo, no domingo, mas estará em campo nesta noite (foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)


Se quiser, o técnico Mano Menezes poderá repetir, no duelo de hoje, a escalação do Cruzeiro que goleou o Atlético na partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil. O volante Ariel Cabral e o armador Thiago Neves, que deixaram o confronto com o Botafogo, domingo, por problemas físicos, deverão ter condições de atuar. Para completar, o armador Marquinhos Gabriel, poupado no último jogo por desgaste, está recuperado e à disposição.

Se reeditar a formação de quinta-feira passada, o treinador manterá a equipe sem um centroavante, com Pedro Rocha mais à frente de Robinho, Thiago Neves e Marquinhos Gabriel. Assim, Fred será reserva pelo terceiro jogo seguido, ainda que o comandante o tenha em alta conta.

“A vida do treinador passa por isso (mudanças). E para fazê-las você precisa ter critérios. Quando os critérios são aceitos, há menos problemas, menos reações negativas. A gente tem uma relação muito clara com os atletas. E as coisas têm de funcionar em campo. Felizmente, estão funcionando. Ou você tem de retroagir”, argumenta Mano Menezes, sem confirmar os 11 que começarão jogando.

Para quem está garantido, qualquer que seja a formação, o Cruzeiro será forte para buscar a vaga nas semifinais da Copa do Brasil pela quarta edição consecutiva. “Aqui todo mundo se respeita e quem entrar vai se esforçar para dar o melhor pelo time, dar o máximo. O importante é que a gente repita um jogo forte como o de quinta-feira. Com o Pedro Rocha, há mais mobilidade na frente. Já o Fred é referência na área, principalmente quando a gente vai à linha de fundo”, explica o lateral-esquerdo Egídio.

APOIO Como na semana passada, ontem torcedores foram à porta da Toca da Raposa II passar apoio ao grupo antes do último treino para o clássico. Ainda que sejam minoria no estádio hoje – foram 1.871 ingressos disponíveis para os celestes –, a promessa é de mandar boas energias de onde quer que o torcedor esteja.

“O apoio da torcida é muito importante, a união com os atletas é fundamental. Na semana passada, eles vieram nos apoiar e no jogo deu tudo certo, fizemos nossa parte em campo e eles, na arquibancada. Quem sai beneficiado é o Cruzeiro”, diz o camisa 6, garantindo que a equipe tentará novamente corresponder: “Falando pelo grupo, posso dizer que estamos fechados com o Cruzeiro. A gente fica lisonjeado quando está em outros estádios e vê a torcida do Cruzeiro, mesmo em menor número, apoiando. Então, vamos nos doar ao máximo para sairmos com a classificação.”


Publicidade