Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Reforço extracampo

Ex-volante Adilson inicia nova fase na carreira, agora como auxiliar técnico do Atlético. No Cruzeiro, Ariel Cabral e Thiago Neves não devem ser problema para o clássico de amanhã


postado em 16/07/2019 04:09

Três dias depois de anunciar a aposentadoria como jogador, Adilson foi apresentado para os ex-companheiros de time como assistente do treinador Rodrigo Santana(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
Três dias depois de anunciar a aposentadoria como jogador, Adilson foi apresentado para os ex-companheiros de time como assistente do treinador Rodrigo Santana (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)


Em meio à preparação para o clássico de amanhã com o Cruzeiro, o Atlético terá um reforço importante fora dos gramados. Depois de ter a carreira interrompida em virtude de sério problema cardíaco, o ex-volante Adilson trocou o o uniforme laranja dos jogadores pela camisa branca da comissão técnica do Galo. Ontem, ele começou a trabalhar como auxiliar do técnico Rodrigo Santana, função que escolheu em decisão conjunta com a diretoria. Adilson continuará vivendo o dia a dia no clube e a expectativa é de que ajude a dar motivação extra aos atletas para os desafios na temporada.

O ex-jogador será o terceiro auxiliar do alvinegro, que já conta com Lucas Gonçalves e o ex-ponta-esquerda Éder Aleixo. Ontem, ele ficou apenas observando o treino tático comandado por Rodrigo Santana, dando pequenas contribuições em determinados lances.

Adilson vinha se preparando com os companheiros para o clássico da semana passada, mas teve diagnosticada, em exame, uma cardiomiopatia hipertrófica – doença cardíaca hereditária que o impede de seguir atuando em esportes de alto rendimento. De acordo com os dirigentes atleticanos, o contrato será mantido integralmente até o término, em dezembro do ano que vem.

Por coincidência, o ex-volante repete os passos de Rodrigo Santana, que atuava como centroavante quando fraturou a mão direita e decidiu parar de jogar também jovem, aos 28 anos. Na época, ele foi convidado para ser auxiliar da equipe do Camboriú. A trajetória à beira dos gramados começou efetivamente depois que o técnico foi demitido e Rodrigo assumiu o comando do time.

A força de Adilson pode ser importante para que o Atlético mantenha viva a chance de classificação. Rodrigo Santana cobrou ontem dos jogadores mais intensidade na hora de partir para o ataque, aspecto que pode ser o diferencial durante os 90 minutos no Independência. O treinador entende que a simbiose entre torcida e time pode levar o Galo às semifinais: “A gente sabe que o apoio da torcida é muito importante, e isso não falta. A gente já imagina o que eles vão fazer na quarta-feira. Precisamos fazer a nossa parte, com muita atenção, com vontade de vencer e de virar esta decisão. O placar foi muito elástico, mas está em aberto. Se a gente ainda tem estes últimos 90 minutos, vamos lutar até o fim para inverter o placar”.

TESTES NO TIME Com o grupo completo hoje, o treinador pode testar no time titular alguns atletas que atuaram no fim de semana contra a Chapecoense, como o volante Jair e o armador venezuelano Otero, elogiados na partida no Sul. Outro que teve boa atuação foi o atacante Papagaio, que iniciou a jogada do segundo gol alvinegro, marcado por Vinícius. O jogador de 20 anos veio por empréstimo do Palmeiras, mas teve poucas chances na temporada.


E MAIS...
O APITO NO CLÁSSICO
Flávio Rodrigues de Souza, de São Paulo, será o árbitro de Atlético x Cruzeiro, amanhã, no Independência. Ele terá como assistentes os também paulistas Danilo Ricardo Simon Manis e Alex Ang Ribeiro. O árbitro de vídeo (VAR) será Thiago Duarte Peixoto, outro da Federação Paulista de Futebol.

CASA CHEIA
22.341
torcedores é a previsão no Independência amanhã. Da carga de 1.871, ainda  há ingressos disponíveis para os cruzeirenses

TELÃO NO MINEIRÃO
O cruzeirense que não conseguiu comprar ingressos para ir ao Horto poderá se dirigir ao Mineirão, que transmitirá pelo telão o clássico entre Atlético e Cruzeiro, pela Copa do Brasil. Limitada a 1 mil lugares, a ação terá início às 17h15, a entrada custará R$ 20 e ocorrerá no setor roxo. Haverá comercialização de comidas e bebidas.


Publicidade