Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Raposa perto da elite no feminino


postado em 14/07/2019 04:07

O Cruzeiro marcou os dois gols no final da partida em Fortaleza(foto: Mauro Jefferson/cearasc.com)
O Cruzeiro marcou os dois gols no final da partida em Fortaleza (foto: Mauro Jefferson/cearasc.com)

 

O Cruzeiro deu um passo importante para chegar à elite do futebol feminino. A Raposa venceu o Ceará por 2 a 0 ontem, no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, pelo jogo de ida das quartas de final do Campeonato Brasileiro A2. Os gols foram marcados por Eskerdinha e Duda. O jogo de volta será no próximo sábado, às 16h, no Sesc Venda Nova, em Belo Horizonte.
A equipe celeste pode até perder por um gol de diferença no segundo jogo que garante uma vaga na semifinal e, consequentemente, o acesso para o Brasileiro A1, em 2020. Quatro equipes sobem para a Primeira Divisão. Caso o time estrelado sofra um revés por dois gols de diferença, a classificação será decidida em cobranças de pênaltis.


A meia Micaelly passou mal e foi desfalque do time. Assim, o técnico Hoffmann Túlio precisou mudar a escalação e começou com Paloma Merlo. O Cruzeiro marcou os dois gols no fim do jogo. Aos 41 minutos do 2º tempo, o time celeste abriu o placar. Eskerdinha avançou pela lateral e bateu cruzado para fazer 1 a 0. E a Raposa ainda teve tempo para ampliar. Aos 45min, Isabela arriscou de longe e a goleira soltou nos pés de Duda: 2 a 0.


O Cruzeiro jogou com Camila; Janaína, Pires, Lia e Eskerdinha; Isabela, Duda e Thayane (Raiza); Vanessa (Micaelly), Miriã e Paloma Merlo (Nathalia).


O América, outro mineiro que está na disputa, perdeu para o Grêmio por 2 a 1, em BH, e terá que vencer por dois gols de diferença no próximo sábado, em Porto Alegre, para se classificar. Em caso de vitória simples, a decisão será nas penalidades máximas.


Publicidade