Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Com gosto de 'revanche'


postado em 04/07/2019 04:05

"As quartas de final serão grande teste para todos os clubes" Victor, goleiro do Atlético, mirando o clássico com o Cruzeiro e projetando disputa acirrada (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press - 27/5/19)


O Atlético tem vários compromissos importantes neste mês, mas nenhum deles chama tanta atenção quanto o clássico com o Cruzeiro, quinta-feira que vem, no Mineirão, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Será a chance de o time alvinegro tentar a primeira vitória sobre o arquirrival em 2019 e ter a revanche da perda do título mineiro em abril depois de ter liderado a fase inicial da competição.

Foram três jogos entre Galo e Raposa no primeiro semestre: um empate por 1 a 1 na fase de classificação, uma vitória celeste por 2 a 1 no jogo de ida da final e nova igualdade por 1 a 1 na volta da decisão. O último triunfo dos atleticanos ainda tinha o técnico Thiago Larghi no banco de reservas – 1 a 0, em 19 de maio do ano passado, com gol do atacante Róger Guedes, que também deixou o clube mineiro.

O goleiro Victor sabe que, para vencer o Cruzeiro, a equipe deve estar bem equilibrada em todos os setores: “As partidas das quartas de final serão grande teste para todos os clubes envolvidos na Copa do Brasil, com jogos de altíssimo nível. Aqui, ganhou um ingrediente a mais por ser um clássico. Para jogar um mata-mata logo no primeiro compromisso, será importante estar concentrado e bem preparado para chegar na melhor condição possível”.

Além dos clássicos com o Cruzeiro, o alvinegro vai encarar duelos com o Botafogo pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana, e três rodadas do Brasileiro neste mês (Chapecoense, Fortaleza e Goiás), abrindo agosto com novo clássico contra o Cruzeiro. Victor sabe que é necessário que todos aproveitem bem a última semana de preparação e estejam fisicamente equilibrados nos jogos decisivos, ainda que ele veja desgaste nessa maratona. “Quando aparecem jogos em sequência, você precisa ter um grupo capacitado. Todos serão requisitados para atuar e devem estar em alto nível competitivo para dar conta da demanda. Não há jeito de entrar em campo a cada três dias e manter o ritmo. Vai haver rotatividade de jogadores”.

Victor não esteve em campo na primeira semana de treinos da intertemporada. De acordo com programação estabelecida pela preparação física, o goleiro fez reforço muscular para suportar bem o restante da temporada.

NOVO TÉCNICO NO SUB-17 O Atlético anunciou ontem a contratação do técnico Lucas Batista para a equipe Sub-17. Com passagens pelas bases de América e Cruzeiro, ele ocupará o lugar de Leandro Zago, que foi promovido ao Sub-20. O clube mineiro fará um projeto de plano de carreira dos treinadores para suas categorias de formação.


Publicidade