Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Chile e Peru fazem a semifinal do Pacífico


postado em 03/07/2019 04:09

O momento será de muita festa e também de rivalidade quando Chile e Peru, popularmente chamado de “Clássico do Pacífico”, se enfrentarem hoje, às 21h30, na Arena Grêmio, na definição do segundo classificado para a decisão da Copa América. O confronto reedita semifinal de 2015, ano em que os chilenos venceram por 2 a 1 e foram à final contra a Argentina. Os peruanos não chegam a uma decisão desde 1975, quando se sagraram campeões sobre a Colômbia.

Os países são rivais históricos desde que travaram guerra no século 19 por controle de área rica em recursos minerais no Deserto de Atacama. A disputa atravessou o campo político e alcançou o futebol. Nas duas vezes em que foi campeão, o Peru venceu o rival – ambas por 3 a 1, em 1939 e 1975. A revanche do Chile veio na edição em que obteve seu primeiro título, diante da torcida, em 2015, batendo o Peru na semifinal por 2 a 1.

Outro embate será entre os centroavantes Eduardo Vargas e Paolo Guerrero, que já marcaram 12 vezes, cada, e disputam o posto de maior artilheiro em atividade da competição. O chileno fez dois na goleada sobre o Japão, no Morumbi. O peruano deixou sua marca na vitória por 3 a 1 contra a Bolívia, no Maracanã.

Outro destaque dos chilenos, que terão todos seus titulares, o volante Arturo Vidal sabe que é preciso muito esforço para que seu país chegue novamente à decisão: “Quando se põe a camiseta, são partidas oficiais e você dá a vida. Nosso sonho é ser campeão outra vez. E ficar na história como tricampeões. Mas, primeiro, temos que chegar à decisão”.

ZEBRA O Peru foi responsável pela grande zebra da competição ao eliminar nos pênaltis o Uruguai, que detém o maior número de títulos da Copa América (15).  O lateral-esquerdo peruano Trauco, que atua no Flamengo, estrategicamente põe o Chile em vantagem. “O Chile é o favorito ao campeonato pelo que vem mostrando. Nós também estamos bem, crescendo. Precisamos manter esse ritmo e essa atitude que mostramos contra o Uruguai. Sabemos que esta será a partida de nossas vidas”.

O técnico argentino Ricardo Gareca manterá o atacante Flores como substituto de Farfán, que sofreu lesão no joelho esquerdo contra o Brasil, na fase inicial, e só jogará em 2020. Outro que continua entre os titulares é Cueva, do Santos, mesmo que não passe por boa fase. O maior incômodo para os jogadores na atividade de ontem foi o intenso frio que fez em Porto Alegre, o que obrigou com  vários deles a treinar usando gorros e toucas.
 
Chile x Peru
Chile
Arias; Isla, Medel, Maripán e Beausejour; Vidal, Aránguiz, Pulgar e Fuenzalida; Vargas e Alexis Sánchez
Técnico: 
Reinaldo Rueda
Peru
Gallese; Advíncula, Zambrano, Abram 
e Trauco; Yotún, Tapia, Cueva,  Carillo e Flores; Guerrero
Técnico: 
Ricardo Gareca
Semifinais da Copa América
Estádio: Arena Grêmio
Horário:21h30
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Assistentes: Alexander Guzmán e Wilmar Navarro (COL)
VAR: Andrés Rojas (COL)
TV: SporTV 


Publicidade