Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Inglaterra é a primeira semifinalista


postado em 28/06/2019 04:07

Inglesas comemoram o terceiro gol, que fechou o placar em 3 a 0 contra a Noruega(foto: Damien meyer/AFP)
Inglesas comemoram o terceiro gol, que fechou o placar em 3 a 0 contra a Noruega (foto: Damien meyer/AFP)


A Inglaterra está nas semifinais da Copa do Mundo feminina pela segunda vez em sua história. Terceira colocada da última edição, a equipe de Phil Neville derrotou com contundência a Noruega ontem, em Le Havre, na França, e garantiu a permanência na busca pelo inédito título. Scott, White e Bronze marcaram os gols da vitória inglesa por 3 a 0.

Agora, a Inglaterra espera o vencedor de Estados Unidos e França, que se enfrentam hoje, às 16h (de Brasília), no Parque dos Príncipes, em Paris, para saber com que decidirá uma vaga na grande decisão do torneio, em partida programada para a próxima terça-feira, em Lyon, também às 16h.

Pressionando as adversárias desde o apito inicial da partida, a Inglaterra saiu na frente logo aos 2min de jogo. Parris disparou pela direita e rolou para quem chegava de trás. White ,sozinha, furou de forma de bizonha, mas Scott não perdoou. A bola ainda bateu na trave antes de parar no fundo das redes.

Mesmo com o gol, a Inglaterra não baixou o ritmo, seguiu em cima das norueguesas e aumentou a vantagem ainda no primeiro tempo. Após acertar a trave momentos antes, White não desperdiçou nova oportunidade. Parris recebeu ótimo passe, avançou livre na área e cruzou rasteiro para a atacante completar para o gol vazio.

Se o cenário já era ótimo, ficou perfeito aos 11min da etapa final. Mead cobrou falta da ponta direita em direção à entrada da área, onde Bronze pegou de primeira, acertando em cheio a bola. Apesar de ela ir no meio da meta, a violência foi tanta que a goleira Hjelmseth nada pôde fazer.

Amanhã, às 10h (de Brasília), Itália e Holanda se enfrentam. À tarde, às 13h30, Alemanha e Suécia fecham as quartas de final já sabendo qual será o adversário na semi: italianas ou holandesas.


Publicidade