Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Paraguaios voltam a sorrir


postado em 26/06/2019 04:08

O experiente atacante Óscar Cardozo, recuperado de desgaste físico, é um dos trunfos da seleção guarani(foto: Norberto DUARTE/AFP)
O experiente atacante Óscar Cardozo, recuperado de desgaste físico, é um dos trunfos da seleção guarani (foto: Norberto DUARTE/AFP)


Mais leves, os jogadores da Seleção do Paraguai entraram em campo no estádio de Pituaçu, na manhã chuvosa de ontem, em Salvador, para o primeiro treinamento visando ao duelo com o Brasil. Apenas 15 minutos da atividade foram abertos à imprensa, mas foi possível perceber o ambiente descontraído, depois de afastada a ameaça de queda na Copa América logo na primeira fase.

O único resultado que classificava os paraguaios para as quartas de final era o empate entre Equador e Japão, na noite de segunda-feira, no Mineirão. Jogadores e comissão técnica acompanharam atentamente a decisiva partida no hotel em Salvador, onde permaneceram após a derrota para a Colômbia por 1 a 0, na Fonte Nova, domingo. A partir da capital baiana, era arrumar as malas e voltar para casa ou seguir viagem para Porto Alegre – e foi justamente a segunda possibilidade que se concretizou na tarde de ontem, depois do treino no Pituaçu, que teve animadas rodas de bobo e brincadeiras entre os atletas.

A delegação chegou à cidade gaúcha à noite. Todos os 23 jogadores da seleção estão à disposição do técnico argentino Eduardo Berizzo, inclusive o atacante Óscar Cardozo, que não enfrentou a Argentina na quarta-feira da semana passada, em Belo Horizonte, e perdeu os treinamentos antes do jogo contra a Colômbia por questões físicas. Como atuou os 90 minutos da última partida, mostrou estar recuperado. Além do grupo principal, o Paraguai trouxe ao Brasil 13 jogadoras das seleções Sub-19 e Sub-23.

PASSADO O Paraguai somou apenas dois pontos na primeira fase, com empates diante de Catar (2 a 2) e Argentina (1 a 1), além da derrota para a Colômbia. A seleção guarani vai reencontrar o Brasil, a quem eliminou na Copa América nas edições de 2011 e 2015, na mesma fase de quartas de final, e na disputa por pênaltis.



Publicidade