Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Argentina finalmente desencanta


postado em 24/06/2019 04:06

Lautaro Martínez abriu o caminho do triunfo dos hermanos na Arena Grêmio, que recebeu mais de 20 mil albicelestes(foto: Carl de Souza/AFP)
Lautaro Martínez abriu o caminho do triunfo dos hermanos na Arena Grêmio, que recebeu mais de 20 mil albicelestes (foto: Carl de Souza/AFP)


A invasão de mais de 20 mil argentinos em Porto Alegre foi um combustível importante para que a seleção de Messi e Agüero fizesse as pazes com a vitória na Copa América. Mesmo sem mostrar futebol de encher os olhos, o time comandado por Lionel Scaloni derrotou o Catar por 2 a 0, na Arena Grêmio, em triunfo que valeu por três: além de atenuar as críticas da torcida, garantiu a classificação dos hermanos às quartas de final como segunda colocada no Grupo B e evitou o confronto antecipado com o Brasil já nessa fase.

No mata-mata, a Argentina pegará a Venezuela, sexta-feira, às 16h, no Maracanã. A Seleção Vinotinto venceu o time de Messi e companhia por 3 a 1 em amistoso em março, em Madri. Com a segunda posição dos argentinos, um duelo com os brasileiros pode ocorrer nas semifinais, na terça-feira da semana que vem, no Mineirão.

Em nenhum momento no jogo, que teve público de 41.390 torcedores, o Catar ameaçou o gol da Seleção Argentina, que entrou em campo pressionada depois da derrota para a Colômbia por 2 a 0 e do empate com o Paraguai por 1 a 1. Lautaro Martinez, atacante da Internazionale, se beneficiou de falha da zaga catari e pôs os sul-americanos em vantagem no primeiro tempo – o camisa 22 marcou pela quinta vez e se firmou como artilheiro na era Scaloni. No segundo tempo, Messi isolou uma chance clara depois de cruzamento da esquerda e frustrou os torcedores. A vitória foi garantida com Agüero, que, em jogada individual, chutou cruzado e venceu o goleiro Al-Sheeb.

Messi, teve torcida mais do que especial no estádio em Porto Alegre: a mulher, Antonela, e os três filhos do casal, Thiago, Mateo e Ciro, chegaram ao Brasil no sábado para comemorar o aniversário de 32 anos do craque do Barcelona.

PROBLEMAS Apesar da classificação, a atuação não garante uma fase tranquila. Como nos dois primeiros jogos, o time de Scaloni se mostrou desorganizado defensivamente, cometeu uma série de erros infantis e viu Messi, Agüero e Martinez ficarem isolados no ataque. A Argentina só mudou a postura quando Dybala assumiu a criação de jogadas.


Mesmo com reservas, Colômbia 100%
Com apenas seis meses de trabalho, o português Carlos Queiroz já obteve feito importante à frente da Colômbia. A seleção cafetera chegou aos 100% de aproveitamento na fase inicial da Copa América com a vitória sobre o Paraguai por 1 a 0, ontem, mesmo atuando com reservas (Medina, Yerri Mina, Uribe, James Rodriguez e Zapata começaram no banco). A partida na Fonte Nova teve 11.313 pagantes e renda de R$ 2.581.785. Os colombianos, líderes do Grupo B, aguardam o desfecho do Grupo C, hoje, para conhecerem seu adversário nas quartas de final, sexta-feira, no Itaquerão. Já os paraguaios dependem de igualdade entre Equador e Japão, no Mineirão, para seguir na competição. O único gol da partida foi do volante Cuéllar, que atua no Flamengo, contando com falha do goleiro Gatito Fernández, do Botafogo. O placar poderia ter sido maior se a Colômbia não tivesse um gol anulado no segundo tempo: Luiz Díaz balançou a rede, depois de passe de James Rodriguez (que havia entrado minutos antes), mas o árbitro de vídeo Anderson Daronco anulou o gol, alegando toque de mão do colombiano.


Publicidade