Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Chile vence e lidera Grupo C


postado em 22/06/2019 04:08

Sánchez, um dos astros da equipe chilena, marcou o gol do triunfo em Salvador(foto: Juan Mabromata/AFP)
Sánchez, um dos astros da equipe chilena, marcou o gol do triunfo em Salvador (foto: Juan Mabromata/AFP)
 
 
Em mais um jogo da Copa América com revisão polêmica do árbitro de vídeo (VAR), o Chile passou aperto diante do Equador na Fonte Nova, mas venceu por 2 a 1 e assegurou antecipadamente vaga nas quartas de final. Atual bicampeã do torneio (ganhou em 2015 e 2016), a seleção comandada por Reinaldo Rueda assumiu o primeiro lugar do Grupo C. Na segunda-feira, decidirá com o Uruguai, às 20h, no Maracanã, quem avançará em primeiro na chave. Empate garante a ponta para La Roja.

Fuenzalida abriu o placar para os chilenos e os equatorianos empataram, de pênalti, com Enner Valencia. Alexis Sánchez, no segundo tempo, fez o gol do triunfo.

O lance que levantou muita discussão sobre acerto ou não do VAR ocorreu aos 38min da etapa inicial. O goleiro Arias, do Chile, saiu da área para disputar a bola com Ibarra, do Equador, que caiu no chão. O árbitro argentino Patricio Loustau nada marcou, mas, na sequência, interrompeu a partida após ser alertado pelo comandante do VAR, o colombiano Wilmar Roldán. Após analisar a imagem, ele deu falta para o Equador e cartão amarelo para o goleiro. A revisão de falta não faz parte do protocolo do VAR.

EM BH A próxima parada dos equatorianos (que ainda não venceram neste ano) será em BH. Na segunda-feira, eles encaram o Japão, às 20h, no Mineirão. Apesar de ser o lanterna da chave, sem pontos somados, o time ainda tem chance de avançar para as quartas. Se Argentina e Catar empatarem amanhã, pelo Grupo B, o Equador se classifica entre os melhores terceiros se derrotar os orientais. Do contrário, terá de torcer por combinação de resultados e tirar grande saldo.



Publicidade