Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Crença na evolução


postado em 10/06/2019 04:07

Dodô lamentou o 0 a 0 com o Corinthians:
Dodô lamentou o 0 a 0 com o Corinthians: "A gente criou bastante. Tem de trabalhar em cima deste desempenho e buscar resultado" (foto: JUAREZ RODRIGUES/EM/D.A PRESS - 21/5/19)


O fim do jejum de oito jogos sem vitórias do Cruzeiro esteve muito perto do fim num chute de Dodô, que explodiu na trave contra o Corinthians, sábado, no Mineirão, pela oitava rodada do Brasileiro. O lateral-esquerdo começou sua segunda partida seguida como titular na vaga de Egídio, com suspeita de dengue, e deve ser mantido contra o Fortaleza, quarta-feira, na capital cearense – o último compromisso da Raposa antes da parada para a Copa América.

Dodô chegou ao Cruzeiro em janeiro, tem 11 jogos com a camisa celeste e marcou um gol, em chute forte no ângulo na goleada sobre Huracán por 4 a 0, no Mineirão, pela Libertadores. Depois do empate sem gols com o Corinthians, o lateral lamentou a bola na trave, mas destacou a evolução da equipe, apesar do 0 a 0.

“A gente criou muita chance. Se olhar no placar, o zero não sair foi um pouco frustrante. Tem de trabalhar em cima deste desempenho e buscar resultado. No futebol, a coisa mais importante é o resultado, temos consciência disso, mas vamos trabalhar em cima do que fizemos para quarta-feira terminar bem essa primeira parte do ano”, afirmou o jogador, que falou sobre o desgaste pelas partidas em série. “Alguns jogadores têm sequência de jogos maiores. Esse é meu segundo jogo seguido. Então, venho fisicamente bem, nenhum problema para me queixar. Óbvio que temos jogadores que tem sequência bem maior de jogos, mas faz parte: temos uma estrutura à altura para recuperar todo mundo”.

O Cruzeiro não vence há mais de um mês, desde 5 de maio, quando ganhou do Goiás por 2 a 1, no Mineirão. Desde então, pelo Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores, amargou derrotas para Emelec, Internacional, Fluminense, Chapecoense e empatou com São Paulo, Corinthians e duas vezes com o Fluminense – um deles, na semana passada, rendeu a classificação às quartas de final da Copa do Brasil, com vitória nos pênaltis por 3 a 1, depois de 2 a 2 no tempo normal.

Dodô negou haver descontrole emocional. “Seria ansiedade se a gente errasse os passes, não terminasse bem as jogadas. Contra o Fluminense fizemos dois gols, mas acabamos levando um no fim. O desempenho defensivo foi bom, cedemos poucas chances ao Corinthians, faltou lá na frente colocar a bola para dentro”, afirmou. “Nosso grupo tem experiência grande. Nesses seis meses colocamos alguns objetivos, conseguimos, e no Brasileiro estamos devendo”, reconheceu.

PAUSA Sem tempo para descanso, o Cruzeiro viaja à noite para a capital cearense, onde enfrenta o Fortaleza, quarta-feira, pela nona rodada do Brasileiro. O grupo volta para Belo Horizonte logo depois da partida e jogadores e comissão técnica serão liberados para um período de descanso.

Mano Menezes detalhou a programação na interrupção das atividades para a Copa América, com reapresentação dia 24 e um ou dois jogos antes de 10 de julho.  O Cruzeiro retorna a campo em 14 de julho,  recebendo o Botafogo. Toda a expecativa, porém, está direcionada para os duelos com o River Plate pelas oitavas de final da Libertadores, o primeiro em 23 de julho.


Publicidade