Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Nadal à espera do adversário


postado em 08/06/2019 04:13

Rafael Nadal vai em busca do seu 12º título no saibro francês(foto: Philippe LOPEZ/AFP)
Rafael Nadal vai em busca do seu 12º título no saibro francês (foto: Philippe LOPEZ/AFP)


Paris – Em um dos duelos mais esperados de Roland Garros, o espanhol Rafael Nadal prevaleceu em quadra com seu jogo agressivo e derrotou ontem com facilidade o suíço Roger Federer, um de seus maiores rivais no circuito profissional, para se classificar à final do Grand Slam em Paris pela 12ª vez na carreira. O atual número 2 do mundo deu poucas chances ao terceiro colocado do ranking da ATP, fechando o jogo em 3 a 0, com parciais de 6-3, 6-4 e 6-2, após 2h25min.Com 11 títulos em Roland Garros, Nadal tentará amanhã se tornar o primeiro tenista da história a ter 12 conquistas em um único Grand Slam. Atualmente está empatado com Margaret Court, que venceu 11 vezes o Aberto da Austrália, em sua terra natal. O rival da decisão será o vencedor da outra semifinal em Paris entre o sérvio Novak Djokovic, número 1 do mundo, e o austríaco Dominic Thiem, que está em quarto lugar no ranking. O confronto foi interrompido no terceiro set por causa da chuva e será retomado somente hoje, a partir das 7h (de Brasília). O jogo será concluído com Thiem vencendo o terceiro set por 3-1 e com o saque na mão, depois de ter liquidado a primeira parcial em 6-2. O tenista número 1 do mundo havia empatado o duelo na segunda parcial com um triunfo por 6-3.

Feminino Entre as mulheres, a maior favorita ao título depois das eliminações da japonesa Naomi Osaka, da tcheca Karolina Pliskova e da romena Simona Halep – as três primeiras do ranking da WTA, respectivamente –, a australiana Ashleigh Barty, de 23 anos, não deu chances para o azar ontem e se classificou de forma inédita em sua carreira à final de Roland Garros ao bater de virada a norte-americana Amanda Anisimova, de apenas 17 anos e 53ª do mundo, por 2 a 1, com parciais de 6-7 (4-7), 6-3 e 6-3.

Sua adversária no saibro de Paris será outra adolescente. Na outra semifinal, a tcheca Marketa Vondrousova, de 19, não deu qualquer chance para a britânica Johanna Konta, número 26 do mundo, nos momentos decisivos de cada set e venceu por 2 a 0, com parciais de 7-5 e 7-6 (7-2). Buscará hoje a sua maior conquista da carreira e apenas a segunda como profissional.


Publicidade