Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Neymar é intimado

No dia em que Tite fez questão de elogiar o camisa 10 e frisar que não iria julgá-lo, delegacia de Repressão a Crimes de Informática notifica o jogador


postado em 04/06/2019 04:10

"Eu sei da importância do assunto e sei que ele é pessoal, e tem um tempo para que as pessoas possam julgar os fatos. Eu não vou me permitir julgar" Tite, técnico da Seleção Brasileira (foto: Carl de Souza/AFP)


Denunciado por estupro por uma mulher de São Paulo, o atacante Neymar ganhou o apoio do técnico Tite durante a preparação da Seleção Brasileira para a Copa América. Em entrevista na Granja Comary, ontem, o treinador teve de responder várias perguntas sobre o caso envolvendo o camisa 10. Afirmou que não julgará as acusações contra o jogador e confirmou que conta com ele para tentar o título continental em casa, neste mês. A CBF descartou o corte do atacante.

Tite entende que ainda é cedo para fazer qualquer julgamento no caso que está sendo investigado pela Polícia Civil de São Paulo: “Eu sei da importância do assunto e sei que ele é pessoal, e tem um tempo para que as pessoas possam julgar os fatos. Eu não vou me permitir julgar”. Tite também elogiou o atleta, dentro e fora de campo: “O Neymar é um extraordinário jogador de futebol. Comigo, nas relações particulares, quando converso com o atleta, é muito pessoal. Essa relação é muito transparente”.

O coordenador de seleções, Edu Gaspar, também comentou a acusação: “Devido à importância do caso, a primeira coisa que fiz foi buscar uma assessoria jurídica para me assessorar em qualquer situação que possa ocorrer na Granja Comary. No sábado, recebemos um delegado, conversamos e passamos as informações necessárias. Informei ao pai do atleta que essa assessoria está aqui para centralizar as informações e, a partir daí, tentar resolver o caso o mais rápido possível para ele poder ter cabeça tranquila e seguir na Copa América”.

Ontem, Neymar recebeu intimação da delegacia de Repressão a Crimes de Informática na Granja Comary. Ele terá de prestar esclarecimento na sexta-feira por ter vazado nas redes sociais fotos íntimas da vítima. A CBF pediu o adiamento do depoimento, já que a Seleção Brasileira estará em Porto Alegre para disputar amistoso contra Honduras. A tendência é que a audiência seja remarcada para a próxima semana. A polícia vai periciar o celular do atleta para investigar o caso.

AGRESSÃO Em relação à denúncia de estupro, a vítima entregou à polícia dossiê com imagens que serviriam de provas contra Neymar. O pai do jogador, Neymar Santos da Silva afirmou, em entrevista à TV Bandeirantes, que o astro do PSG percebeu que estava sendo filmado pela jovem durante encontro amoroso entre eles no hotel em Paris, em 15 de maio. Segundo o portal Uol, a mulher fez exames médicos seis dias depois. O laudo mostra que ela teve hematomas, problemas gástricos, perda de peso e sintomas de stress pós-traumático provenientes de agressões na região das nádegas e das pernas. O documento foi feito por um médico particular de renomado hospital de São Paulo.

José Edgar Bueno, advogado que defendia a mulher, afirmou à TV Globo, ontem, que ela mentiu sobre o caso, pois o procurou, inicialmente, para oficializar a denúncia de agressão e, no Boletim de Ocorrência, a versão mudou para estupro. Segundo Bueno, a suposta vítima falava em sexo consensual entre os dois. A atual representante da mulher, Yasmin Pastore Abdala, por sua vez, mostrou suposta troca de mensagens em que sua cliente diz ao ex-advogado que o jogador “a espancou e estuprou”.

Davi Tangerino, advogado que defende Neymar no caso, afirmou que o jogador vai se apresentar voluntariamente à 6ª delegacia da Defesa da Mulher, em São Paulo, mas não precisou a data.


Publicidade