Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Tricolor também sob pressão


postado em 02/06/2019 04:10

Se o Cruzeiro entra em campo pressionado hoje, o São Paulo também. Eliminado nas oitavas de final da Copa do Brasil pelo Bahia, que venceu os dois jogos, e há quatro partidas sem vencer, a equipe busca reação para responder aos protestos da torcida – que na manhã de ontem foi em grande número ao CT da Barra Funda. Os principais alvos da manifestação, que transcorreu de forma pacífica, foram o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco; o diretor de futebol Raí e o gerente de futebol Alexandre Pássaro, além dos atletas Reinaldo, Nenê, Jucilei e Hudson. Os torcedores entoaram cânticos dizendo que “o Brasileiro virou obrigação” e que “o pau vai quebrar” se o time não ganhar do Cruzeiro. Em campo, o técnico Cuca tenta algo diferente para que a equipe volte a vencer, mas não tem vida fácil, já que não conta com Éverton, Liziero, Rojas e Pablo, machucados; Antony e Arboleda, servindo à seleções; e Gonzalo Carneiro, pego no doping e que teve o contrato suspenso preventivamente. Por outro lado, terá as voltas de Luan (recuperado de dores no tornozelo) e Calazans (regularizado no Boletim Informativo Diário da CBF).


Publicidade