Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Expectativa por Leal na Seleção


postado em 01/06/2019 04:09



O Brasil estreou com a mão direita no Grupo 3 da Liga das Nações Masculina de Vôlei, derrotando os Estados Unidos por 3 a 0 (25/22, 25/22 e 25/23), resultado que teve sabor de vingança, pois na decisão da medalha de bronze da competição do ano passado, em Lille, na França, os norte-americanos venceram pelo mesmo placar e ficaram com o terceiro lugar. O jogo foi disputado em Katowice, na Polônia, onde, hoje, o Brasil enfrentará a Austrália, às 8h30 (de Brasília), com transmissão do Sportv2. No outro jogo da chave, EUA x Polônia, às 12h.

Havia uma grande expectativa pela estreia do ponteiro cubano naturalizado brasileiro, Leal, que estava no banco. Mas a comissão técnica entende que é necessário mais tempo para que ele se entrose com o grupo, em quadra – foi o último a se apresentar, na segunda-feira. O técnico Renan dal Zotto e seu auxiliar, Marcelo Fronckowiak, já querem começar a testar o jogador e ele deverá entrar aos poucos, o que deve ocorrer hoje, diante da Austrália, seleção que é considerada do segundo escalão do vôlei mundial.

O destaque brasileiro ontem foi outro ponteiro: o mineiro Lucarelli, maior pontuador do jogo, com 14 pontos, seguido por Wallace (12). “Estou feliz por ter voltado à Seleção depois de tanto tempo afastado. Este primeiro jogo foi de muita alegria, tenho certeza que minha família está comemorando também. Espero continuar bem fisicamente e não sair mais da Seleção”, disse Lucarelli, que no fim de 2017 operou o tendão de Aquiles direito e só retornou às quadras em agosto. Ele deve seguir como titular mesmo quando Leal entrar.

SUSPENSÃO Como ontem, hoje Renan dal Zotto não ficará no banco de reservas, com o time sendo comandado por Fronckowiak. O treinador cumpre pena de cinco partidas de suspensão, além de ter de pagar multa de 15 mil francos suíços (R$ 59 mil). 

Ele foi punido pelo tribunal da Federação Internacional de Vôlei (FIVB) por atitude antidesportiva no Campeonato Mundial do ano passado. Em confronto com a Seleção da Rússia, Renan foi flagrado jogando deliberadamente uma bola na quadra no meio de um ponto dos europeus. Ele cumpriu a primeira suspensão em jogo do Mundial, contra a Sérvia, na semifinal, e pagará as demais agora.


Publicidade