Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Bi com goleada

Chelsea vence o Arsenal por 4 a 1 no Azerbaidjão, em dia inspirado de Hazard, e conquista torneio pela segunda vez


postado em 30/05/2019 04:07

Blues levaram a melhor no clássico londrino, fazendo todos os gols no segundo tempo. Final marcou a despedida de Hazard, que deve ser anunciado pelo Real Madrid(foto: KIRILL KUDRYAVTSEV/AFP)
Blues levaram a melhor no clássico londrino, fazendo todos os gols no segundo tempo. Final marcou a despedida de Hazard, que deve ser anunciado pelo Real Madrid (foto: KIRILL KUDRYAVTSEV/AFP)


Com show de Hazard no segundo tempo – o craque belga marcou duas vezes e ainda deu assistência para Pedro balançar as redes –, o Chelsea goleou o Arsenal por 4 a 1, ontem, no Estádio Olímpico de Baku, no Azerbaidjão, e conquistou seu segundo título da Liga Europa. Campeões da competição pela primeira vez em 2013, os Blues levaram a taça desta edição de forma invicta. O bicampeonato ainda marca o terceiro troféu continental importante do Chelsea, que em 2012 ganhou a Liga dos Campeões.

Para o Arsenal, a goleada sofrida ontem foi mais uma grande decepção em um torneio da Uefa, depois de ter amargado o vice-campeonato da Liga Europa em 2000 (quando a competição ainda era denominada Copa da Uefa) e do principal interclubes do Velho Continente em 2006. A equipe ampliou o seu incômodo jejum em torneios continentais – tem como única glória a conquista da Recopa Europeia de 1994.

Após um primeiro tempo sem gols, o Chelsea abriu o placar com o francês Olivier Giroud logo aos 4min da etapa final – artilheiro isolado desta Liga Europa, o atacante fez seu 11º gol. Em respeito ao ex-clube (defendeu o Gunners entre 2012 e 2018, marcando 105 gols em 253 jogos), ele comemorou discretamente, erguendo os braços de forma comedida. O espanhol Pedro Rodríguez marcou o segundo aos 15 e Hazard o terceiro aos 20, convertendo pênalti. O time de Unai Emery diminuiu com o nigeriano Alex Iwobi dois minutos depois, mas a equipe azul decretou a vitória com mais um gol do craque belga, aos 27.

Para Hazard, a grande atuação na final foi sua despedida de gala do Chelsea. Veículos da imprensa europeia noticiaram que o craque deverá ser anunciado como reforço do Real Madrid na semana que vem. O próprio jogador admitiu, após o duelo em Baku, que está partindo para um novo desafio profissional.

O zagueiro brasileiro David Luiz, por sua vez, entrou para a história como único jogador do Blues a possuir três taças continentais, pois integrava o time que ganhou a Liga dos Campeões há sete anos e a Liga Europa na temporada seguinte.

TROFÉUS Com o título, o Chelsea encerrou uma temporada notável, em que terminou o Campeonato Inglês na terceira colocação e foi vice-campeão da Copa da Liga inglesa.

A contundente derrota põe fim ao inigualável retrospecto de Unai Emery na Liga Europa: ele ganhou em 2014, 2015 e 2016 quando comandava o Sevilla. O triênio abriu, para o técnico, as portas do Paris Saint-Germain, que buscava um comandante vitorioso em torneios eliminatórios pensando na Liga dos Campeões.



Publicidade