Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Turbulência política

Bastidores do Cruzeiro começaram a ficar conturbados antes mesmo do início da gestão da atual diretoria. Já na eleição, em 2017, o clima foi pesado. Desde então, só se agravou


postado em 28/05/2019 04:09

(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press - 29/9/17)
(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press - 29/9/17)

Desde junho de 2017, o Cruzeiro viu seu sossegado ambiente político – sempre dominado por figuras tradicionais – se transformar em guerra nos bastidores e trocas de farpas públicas. Diferentes correntes do Conselho Deliberativo surgiram com seus líderes e disputaram, em outubro daquele ano, um dos pleitos mais concorridos da história do clube. Substituto de Gilvan de Pinho Tavares na presidência da Raposa, Wagner Pires de Sá optou por montar um grupo gestor completamente distinto de seu antecessor e alimentou a onda de batalha, rompendo com quem havia garantido sua eleição. O clima de discórdia se manteve, com influentes nomes da diretoria se desligando do clube ainda no primeiro ano do mandato. Os casos de polícia, que se tornaram comuns em 2017 com denúncias de lado a lado, se agravaram neste ano. Membros do Conselho Fiscal renunciaram. O estopim da crise veio no domingo, quando reportagem do Fantástico, da TV Globo, apontou que integrantes da atual administração são investigados por suspeita de falsificação de documentos, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. Os dirigentes acusam seus opositores de terem vazado documentos confidenciais do clube para os autores da matéria.

 
6/6/17
Ex-presidente Zezé Perrella desiste de candidatura e lança Sérgio Rodrigues à presidência
Em meio a escândalo de corrupção envolvendo seu nome, Zezé Perrella desiste de concorrer à Presidência do Cruzeiro e divulga vídeo em que lança a candidatura do advogado Sérgio Santos Rodrigues.

17/6/17
Gilvan de Pinho Tavares define apoio a Wagner Pires de Sá
Depois de muitos debates internos, o então presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, decide apoiar o ex-presidente do Conselho Fiscal do clube e empresário do ramo da indústria química, Wagner Pires de Sá.
 
 
2/10/17
Wagner Pires de Sá derrota Sérgio Santos Rodrigues na eleição
Por 235 a 200 votos, Wagner Pires de Sá é eleito presidente do Cruzeiro para o triênio 2018/2019/2020. A eleição foi uma das maiores e mais disputadas da história do clube, com 442 votos válidos (95% do quadro de conselheiros).

3/10/17
Possível nomeação de Itair Machado causa mal-estar
Menos de 24 horas depois da eleição de Pires de Sá, o então vice de futebol do Cruzeiro, Bruno Vicintin, afirma a pessoas próximas que nomeação de Itair Machado significaria sua saída do clube. Klauss Câmara e Tinga, diretor e gerente de futebol, respectivamente, seguem o mesmo caminho.

4/10/17
Wagner Pires de Sá confirma Itair como vice de futebol do Cruzeiro
Um dia após a notícia do efeito dominó na cúpula celeste em função da possível nomeação de Itair, Wagner Pires de Sá confirma que o ex-presidente do Ipatinga comandará o departamento de futebol do Cruzeiro.
 
 
22/11/17
Bruno Vicintin acusa Itair Machado de tê-lo ameaçado de morte
Após uma série de troca de farpas públicas, o já ex-vice de futebol celeste Bruno Vicintin convoca entrevista coletiva em sua empresa e afirma ter sido ameaçado de morte por Itair Machado em contato telefônico, durante reunião na sede administrativa do Cruzeiro.

22/11/17
Itair Machado responde Vicintin e o chama de ‘mero investigado’
No mesmo dia da denúncia, Itair diz que entrevista de Vicintin foi para desviar foco dos problemas do Cruzeiro, como as dívidas que Gilvan deixaria. Itair chama o desafeto de ‘oportunista’.

25/4/18
Reunião do Conselho do Cruzeiro termina sem votação das contas
Primeira reunião do Conselho Deliberativo após a eleição de Wagner Pires de Sá, para aprovação das contas de 2017, acaba em bate-boca entre Gilvan e Zezé Perrella.
 
 
3/11/18
Marco Antônio Lage se desliga do clube
Um dos principais nomes da nova diretoria, o vice-presidente executivo Marco Antônio Lage anuncia sua saída do clube alegando divergência de opinião com outros integrantes da cúpula, sem citar nomes.

15/4/2019
Primeiros resultados financeiros de Wagner Pires de Sá causam espanto
Balanço divulgado pela administração de Wagner Pires de Sá mostra que dívida total do Cruzeiro aumentou e que déficit do exercício foi de cerca de R$ 27 milhões. ‘Contabilidade criativa’ do clube ainda coloca valores de venda do uruguaio De Arrascaeta, realizada em 2019, como sendo de 2018.

8/5/19
Integrantes do Conselho Fiscal renunciam após imbróglio sobre balanço
Alegando pouca transparência, os três integrantes do Conselho Fiscal do Cruzeiro – Celso Luiz Chimbida, Geraldo Luiz Brinat e Ubirajara Pires Glória – apresentam pedido formal de desligamento de seus postos ao presidente do Conselho Deliberativo celeste, Zezé Perrella, e ao vice-presidente José Dalai Rocha.

26/5/19 
Reportagem do Fantástico escancara investigação da Polícia Civil sobre dirigentes do Cruzeiro
Reportagem exibida pela TV Globo aponta que integrantes da atual administração são investigados por suspeita de falsificação de documentos, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.


Publicidade