Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Ação anticrise

Dirigentes e jogadores se reúnem na Toca da Raposa II para tratar da queda de rendimento do time celeste, que não vence há quatro partidas. Discurso de todos é de união e reação


postado em 22/05/2019 04:07

"Não há ninguém brigado com ninguém, somos homens para resolver as coisas da melhor maneira, dialogando" Henrique, volante cruzeirense (foto: Fotos: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)


A sequência de três derrotas e um empate nos últimos quatro jogos, com 10 gols sofridos e apenas quatro marcados, levou diretoria, comissão técnica e jogadores do Cruzeiro a longa conversa na tarde de ontem, na Toca da Raposa II. Antes, os atletas já haviam sido recebidos por torcedores na portaria do CT celeste, que teve segurança reforçada, o que ajudou a garantir a tranquilidade.

“Não digo que a palavra foi cobrança, mas, sim, de alerta. Mostrei que eles (jogadores) podem dar mais, como fizeram há pouco tempo. Os jogadores sabem que existem estas reuniões nestes momentos, e ela foi construtiva. Diferentemente do que tentaram plantar, a gente não teve motivo para reunião de cobrança, de xingar, de reclamar. Vamos brigar pelas três competições que estamos disputando. Se vamos conseguir, o futuro vai dizer”, afirmou o vice-presidente executivo de futebol da Raposa, Itair Machado.

O dirigente reconhece que o time caiu de produção, porém, nega que isso esteja ocorrendo em função de atrasos em salários e/ou premiações ou por problemas de relacionamento entre os jogadores, como vem sendo especulado.

Os próprios atletas, representados pelo volante e capitão Henrique, corroboram com as palavras de Itair Machado. Para eles, instabilidades podem acontecer durante temporada tão desgastante como a do futebol brasileiro, ainda que o clube tenha investido bastante para reforçar o grupo, contratando o lateral-direito Orejuela, o volante Jádson, os armadores Rodrinho e Marquinhos Gabriel e o meia-atacante Pedro Rocha.

“Nosso grupo, até 20 dias atrás, estava invicto. Queremos retormar o bom caminho e nossa atitude em campo é que vai trazer o torcedor para o nosso lado novamente. Não adianta vir aqui falar, tem de ser com bom futebol”, disse o camisa 8, que soma 478 jogos com a camisa celeste e já passou por inúmeras situações como a atual. Por isso, ele encara a fase com naturalidade: “A gente aceita da melhor forma possível as cobranças da torcida. Eles vêm nos apoiar também, estou aqui há 10 anos e a torcida nos trouxe vida para conquistar títulos. Sendo de forma respeitosa, como foi hoje (ontem), vamos receber bem sempre”.

Henrique se mostrou incomodado, no entanto, com o que chamou de “inverdades” e garante existir lealdade entre os atletas. “Não há ninguém brigado com ninguém, somos homens para resolver as coisas da melhor maneira, dialogando”, declarou.

PROMOÇÃO
A intenção de todos no Cruzeiro é conseguir a reabilitação no próximo jogo, domingo, às 19h, no Independência, contra a Chapecoense, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Para isso, a diretoria espera estádio cheio e colocou ingressos a R$ 10 (anel superior) e R$ 20 (anel inferior).

Para esse confronto, o técnico Mano Menezes terá a volta do lateral-direito Edílson, que cumpriu suspensão na última partida, e do armador Thiago Neves, que teve indisposição e ficou fora dos últimos dois jogos. Por outro lado, o lateral-direito Orejuela está vetado. Com lesão no menisco medial esquerdo, ele passará por cirurgia e só voltará a campo depois da parada para a Copa América.


ENQUAN TO ISSO...
...Time feminino em campo

O Cruzeiro enfrenta o Pinheirense-PA hoje, às 19h30, no Sesc Venda Nova, decidindo vaga nas quartas de final do Campeonato Brasileiro Feminino A-2. Como venceu o primeiro jogo por 4 a 1, pode perder por até dois gols de diferença que estará classificado. Os ingressos podem ser trocados por 1kg de alimento não perecível ou 1 litro de leite longa vida na Portaria 2 do SESC, por onde a Nação Azul irá entrar. As quartas serão disputadas depois da Copa do Mundo da França, que começa em 7 de junho.


Três jogos pela Copa do Brasil hoje

Na sequência dos jogos de ida da Copa do Brasil, três partidas serão realizadas hoje. Às 19h15, o Sampaio Corrêa recebe o Palmeiras no Castelão; às 21h30, no Alfredo Jaconi, Juventude x Grêmio; e, no mesmo horário, o Bahia vai ao Morumbi encarar o São Paulo. Amanhã, Internacional x Paysandu, às 20h, encerram esta fase. Na semana passada, Fluminense e Cruzeiro terminaram empatados em 1 a 1; Atlético e Santos ficaram no 0 a 0, mesmo resultado de Fortaleza e Athletico; e o Flamengo bateu o Corinthians por 1 a 0, no Itaquerão. Os jogos de volta começam no dia 29.


Publicidade