Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Esperança na melhor do mundo

O técnico Vadão convocou a Seleção Brasileira e confia no título na França, apesar das nove derrotas consecutivas. Marta comandará mais uma vez o time na busca pela taça inédita


postado em 17/05/2019 05:06

Aos 33 anos, Marta terá mais uma chance de ser campeã do mundo com a Seleção Brasileira(foto: Jamie Squire/Getty Images/AFP %u2013 26/7/18)
Aos 33 anos, Marta terá mais uma chance de ser campeã do mundo com a Seleção Brasileira (foto: Jamie Squire/Getty Images/AFP %u2013 26/7/18)

Com a estrela Marta como destaque, além das veteranas Formiga e Cristiane, o técnico Vadão, anunciou ontem a lista das 23 jogadoras que vão disputar a Copa do Mundo da França a partir de 7 de junho em busca de um título inédito para o Brasil.

Seis vezes eleita melhor jogadora do mundo, a atacante de 33 anos do Orlando Pride vai participar de sua quinta tentativa de conseguir a tão cobiçada taça, que a Seleção Brasileira esteve perto de ganhar em 2007, quando perdeu a final para a Alemanha.

Junto com Marta estarão as veteranas Formiga – que joga no Paris Saint-Germain e aos 41 anos vai se tornar a jogadora mais velha a disputar um Mundial – e Cristiane, de 34, nessa que poderá ser a última grande competição para o trio que fez história no esporte feminino brasileiro.

A Copa da França será a sétima para Formiga, que assim bate um recorde no futebol tanto de homens quanto de mulheres. “É um dos maiores exemplos que temos no mundo, não é deste planeta”, elogiou o técnico Oswaldo Álvarez, o 'Vadão', durante a coletiva de imprensa no Rio de Janeiro.

“Ela tem 41 anos e renovou com o PSG. É uma grande referência e não podia ficar fora de um projeto assim”, acrescentou sobre a volta de Formiga à Seleção no ano passado.

Na lista há também lugar para novas promessas como Adriana, meio-campo do Corinthians eleita no ano passado a melhor jogadora da liga brasileira, a atacante do Barcelona Andressa Alves e Andressinha, do Portland (EUA).

Otimismo Vencedora de sete Copas América e com duas medalhas de prata olímpicas – Atenas'2004 e Pequim'2008 –, a Seleção Brasileira chega ao enorme desafio do Mundial em um momento complicado, após uma péssima campanha de preparação na qual perdeu os últimos nove jogos que disputou, rodeada de críticas a seu jogo.

Desde julho do ano passado o Brasil não vence uma partida, o que representa uma das piores fases de sua história. Pelo lado positivo no trabalho do questionado Vadão, que voltou ao comando da Seleção em 2017, está a boa campanha realizada pela equipe na última Copa América do Chile, na qual as brasileiras foram campeãs invictas e conquistaram o sétimo troféu.

“Estamos otimistas de fazer uma grande campanha e buscar esse almejado título mundial. Saímos mais preparados. Os amistosos estão no passado, o presente é o que vale e vamos trabalhar muito”, defendeu o técnico.

Já ao comentar sobre Marta, que voltou a ser eleita pela Fifa como a melhor jogadora do mundo na última edição da premiação da entidade, Vadão minimizou o fato de a estrela já estar com 33 anos e não possuir mais todo aquele vigor físico que ajudou a consagrá-la em outras ocasiões.

“Não tem idade tão avançada que não possa desequilibrar na Copa do Mundo”, disse o treinador, que ao mesmo tempo enfatizou que a estrela não pode carregar sozinha a responsabilidade de conduzir o Brasil ao título. “A Marta ainda é a Marta, mas não podemos jogar tudo nas costas dela para resolver. A equipe, estando bem, tem de ter uma estrutura que possa facilitar a Marta, para ela fazer tudo o que sabe, o poder de decisão que ela tem”, reforçou.

Desfalque Horas depois de ser anunciada na relação de Vadão, a armadora Adriana, do Corinthians, revelou que não poderá servir a Seleção. Ela se machucou na partida contra o Santos, na terça-feira, pelo Campeonato Paulista, e ontem exames detectaram a ruptura total do ligamento cruzado anterior do joelho direito.

Hoje, às 11h, o técnico Tite fará a convocação da Seleção Brasileira que vai disputar a Copa América, de 14 de junho a 7 de julho, no Brasil.

 

A SEQUÊNCIA negativa

Brasil 1 x 4 Estados Unidos
Brasil 0 x 1 Canadá
Brasil 0 x 1 Inglaterra
Brasil 1 x 3 França
Brasil 1 x 2 Inglaterra
Brasil 1 x 3 Japão
Brasil 0 x 1 Estados Unidos
Brasil 1 x 2 Espanha
Brasil 0 x 1 Escócia

 

 

Os jogos na 1ª fase

Grupo C

9/6    Brasil x Jamaica (Grenoble)
13/6    Austrália x Brasil (Montpellier)
18/6    Itália x Brasil (Valenciennes)

 

As 23 convocadas

Goleiras
Aline (Granadilla Tenerife-ESP)
Bárbara (Avaí)
Letícia (Corinthians)

Defensoras
Camila (Orlando Pride-EUA)
Érika (Corinthians)
Fabiana (Internacional)
Kathellen (Bordeaux-FRA)
Letícia Santos (Sportclub Sand-ALE)
Mônica (Corinthians)
Tamires (Fortuna Hjorring-DIN)
Tayla (Benfica-POR)

Meio-campistas
Adriana (Corinthians)
Andressinha (Portland Thorns-EUA)
Formiga (PSG-FRA)
Thaisa (Milan-ITA)

Atacantes
Andressa Alves (Barcelona-ESP)
Bia Zaneratto (Red Angels-KOR)
Cristiane (São Paulo)
Debinha (North Carolina Courage-EUA)
Geyse (Benfica-POR)
Ludmila (Atlético de Madrid-ESP)
Marta (Orlando Pride-EUA)
Raquel (Huelva-ESP)


Publicidade