Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Oito passos para a redenção

Muito criticado neste início de temporada, Atlético estreia na Copa do Brasil sonhando com o título para reescrever sua história em 2019 e recuperar prestígio junto à torcida


postado em 15/05/2019 05:10

Volante Elias alerta que, para começar bem a caminhada no torneio mata-mata, Galo terá de brecar a velocidade do Peixe em campo(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press - 20/1/19)
Volante Elias alerta que, para começar bem a caminhada no torneio mata-mata, Galo terá de brecar a velocidade do Peixe em campo (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press - 20/1/19)


Depois de perder a liderança do Campeonato Brasileiro para o Palmeiras, o Atlético precisa reunir forças para encarar o Santos hoje, às 19h15, no Independência, na estreia na Copa do Brasil. Por ter participado da Copa Libertadores, o Galo entra diretamente nas oitavas de final e garante R$ 2,5 milhões em seus cofres pela presença nesta fase. Serão oito confrontos para que o alvinegro busque um título nacional importante, algo que seria fundamental para amenizar a pressão da torcida.

Mostrar bom futebol nesta noite é o primeiro passo. O Peixe tem sido elogiado em todo o país pelo estilo de jogo ousado, caracterizado pela posse de bola acima dos 60%, pelas transições rápidas em diagonal e também pela forte marcação nas saídas de bola do adversário. Nesse sentido, o Galo prepara estratégias para tentar abrir boa vantagem em casa e ter mais tranquilidade em São Paulo, no jogo de volta, em 6 de junho.

Uma das armas alvinegras será o volante Elias, que costuma aparecer no ataque como elemento-surpresa. Habituado a marcar gols, ele quer melhorar sua média nesta temporada (fez quatro em 21 partidas). Segundo o camisa 7, para vencer, o Atlético vai precisar manter a organização defensiva, tirando os espaços do Peixe: “É um jogo grande, outra pedreira para nós, este é o futebol brasileiro. O Santos tem uma equipe muito rápida, que troca passes muito bem, mas também tem dificuldades. Contra o Vasco, eles tomaram dois gols, perderam bola. Vamos tentar marcá-los bem”.

O lateral-direito Guga entende que o Atlético deve se manter com a bola o máximo de tempo e tomar a iniciativa do jogo: “Sabemos o que o Santos tem apresentado, é uma equipe qualificada, que mexe bastante, tem muita movimentação, precisamos estar atentos”.

O retorno ao Independência é uma aposta do clube para tentar se reaproximar do torcedor. Depois da derrota para o Palmeiras por 2 a 0, no Mineirão, vários jogadores receberam pesadas vaias, como o goleiro Victor, o lateral-esquerdo Fábio Santos e o atacante Ricardo Oliveira. A equipe foi muito criticada, de forma geral, pelo mau desempenho no Gigante da Pampulha na Libertadores, com uma vitória (sobre o Zamora, de virada) e duas derrotas em três partidas.

DÚVIDA O volante Adílson deixou o treino de ontem durante o aquecimento e fez trabalho interno na academia. O jogador teve desgaste físico nos últimos confrontos e contra o Palmeiras esteve distante de suas melhores condições. Se não atuar, Zé Welison ganhará vaga no meio-campo. O equatoriano Cazares mais uma vez deve ficar no banco. Segundo a comissão técnica, ele precisa ganhar mais ritmo, pois não atua há um mês – sua última partida foi diante do Cruzeiro, em 14 de abril, jogo de ida da decisão do Campeonato Mineiro.


O ADVERSÁRIO
Motivação em alta no Peixe

Vice-líder do Campeonato Brasileiro (é superado pelo Palmeiras no saldo de gols), o Santos tenta aproveitar a motivação pelo aproveitamento positivo na competição de pontos corridos para obter bom resultado em Belo Horizonte, pela Copa do Brasil. O time de Jorge Sampaoli deixou boa impressão na goleada sobre o Vasco por 3 a 0, no Pacaembu, considerada uma de suas melhores atuações na temporada. O argentino não deixou pistas em relação à equipe que escalará hoje, no Independência, já que vem adotando um rodízio nas últimas partidas – foram quatro formações no Brasileiro. A tendência é que o goleiro Everson volte a ser titular no lugar de Vanderlei, dando sequência ao revezamento proposto pelo treinador. O único desfalque é o lateral Felipe Jonathan, que já atuou pelo Ceará na Copa do Brasil.


FICHA TÉCNICA
Atlético x Santos

Atlético: Victor; Guga, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adílson (Zé Welison), Elias, Geuvânio, Luan e Chará (Cazares); Ricardo Oliveira
Técnico: Rodrigo Santana
Santos: Everson; Lucas Veríssimo (Jean Lucas), Felipe Aguilar e Gustavo Henrique; Victor Ferraz, Diego Pituca, Carlos Sánchez e Jorge; Rodrygo, Eduardo Sasha (Jean Mota) e Soteldo
Técnico: Jorge Sampaoli
Jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil
Estádio: Independência
Horário: 19h15
Árbitro: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva e Kléber Lúcio Gil (SC)
VAR: Héber Roberto Lopes (SC)
TV: Pay-per-view



ATLETICANAS...
Data da Sul-Americana

A Conmebol definiu que Atlético e Unión la Calera jogarão a primeira partida do mata-mata da segunda fase da Copa Sul-Americana na terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Municipal Nicolás Chahuán Nazar, na cidade de La Calera, no Chile. O estádio do adversário conta com gramado sintético e tem capacidade para 10 mil torcedores. A delegação alvinegra partirá para o Chile no domingo à noite, um dia depois da partida contra o Flamengo, pelo Brasileiro. O jogo de volta do torneio internacional será no dia 28, novamente numa terça-feira.

Baixa procura por ingressos

Apesar do retorno ao Independência, o Atlético não deve atuar com casa cheia nesta noite. Até ontem, foram comercializados apenas 10.058 bilhetes, menos da metade da capacidade total do estádio. A venda pela internet continuará até a hora do jogo. As bilheterias também prosseguem abertas: Vila Olímpica (10h às 16h), Labareda e Lojas do Galo Lourdes, Savassi, Sion e Betim (10h às 17h), além de Bilheteria Ismênia do Independência (10h às 20h). Os ingressos custam entre R$ 10 e R$ 120.


Publicidade