Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Concentração para se firmar na ponta

Único time com 100% de aproveitamento no Brasileiro, Atlético terá uma prova de fogo contra o Palmeiras, domingo. Mas vitória coloca a equipe de vez na briga pelo título


postado em 11/05/2019 05:09

O discurso dos jogadores e da comissão técnica é manter o padrão de jogo que vem dando certo e não pecar nos detalhes para se manter na liderança do Brasileiro (foto: Bruno Cantini/Atlético)
O discurso dos jogadores e da comissão técnica é manter o padrão de jogo que vem dando certo e não pecar nos detalhes para se manter na liderança do Brasileiro (foto: Bruno Cantini/Atlético)


Líder do Campeonato Brasileiro com 100% de aproveitamento, o Atlético enfrentará o Palmeiras amanhã, no Mineirão, na primeira das seis partidas pela competição antes da pausa para a Copa América. A série de jogos neste mês e no começo de junho é vista pelos jogadores alvinegros como estratégica para abrir vantagem na dianteira e se firmar na briga pelo título nacional. Por isso, o discurso é de que a equipe não pode jogar pontos fora, sobretudo nos compromissos em Belo Horizonte.

No ano passado, o Galo liderou o Brasileiro na sexta rodada – depois de vencer o clássico com o Cruzeiro por 1 a 0, no Independência, com gol de Róger Guedes –, mas não teve forças para segurar a posição. Além da queda de rendimento de alguns titulares, como o armador Cazares e o atacante Ricardo Oliveira, a equipe despencou por causa da falta de peças de recomposição no banco de reservas. O time alvinegro encerrou a competição na sexta colocação, garantindo a última vaga na pré-Libertadores.

Agora, a intenção é que a equipe se concentre ao máximo e que os erros da última temporada não se repitam. Por isso, o grupo traça a meta de obter o melhor aproveitamento possível até a Copa América, quando terão sido disputadas nove rodadas.

“A gente tem que manter o padrão de jogo que estamos mostrando dentro e fora de casa. Tivemos jogos difíceis fora, mas conseguimos mostrar na prática tudo o que o Rodrigo passou para a gente. Saímos com resultados excelentes e precisamos fazer a mesma coisa. Agora, só temos a evoluir cada vez mais”, afirma o volante Zé Welison, que chegou ao clube em 2018, depois da Copa do Mundo, com o Galo já em queda na classificação.

O jogador sabe que uma vitória sobre o Palmeiras, atual campeão nacional, pode dar a motivação que o grupo precisa para seguir forte no Brasileiro: “O Palmeiras é uma grande equipe e está num patamar alto na questão salarial. Mas somos um concorrente na luta pelo título com outras equipes. Quando chega dentro do campo, nos igualamos a força. Temos de dedicar ao máximo. Futebol é detalhe. Quem for melhor nas estratégias, fica sujeito a vencer o jogo”.Depois do Palmeiras, o Galo terá duas partidas contra fortes candidatos ao título: recebe o Flamengo, no próximo fim de semana, e depois vai a Porto Alegre enfrentar o Grêmio. Nesta reta inicial de competição, outros adversários tradicionais no caminho do Galo são Santos (fora de casa) e São Paulo (em Belo Horizonte).

DÚVIDA O técnico Rodrigo Santana teria toda equipe à disposição para encarar o Palmeiras, mas a presença do atacante colombiano Chará passou a ser dúvida para amanhã. O jogador deixou o treino ainda no aquecimento com dor no pé direito e começou o tratamento no departamento médico. Caso o camisa 8 não atue, o treinador tem como opções o armador Nathan e o atacante Maicon Bolt.

Os demais titulares que não enfrentaram o Zamora na Venezuela, pela Libertadores, estão confirmados: o goleiro Victor, o lateral-direito Guga, o volante Elias e o atacante Ricardo Oliveira. Recuperado de lesão na coxa esquerda, o armador equatoriano Cazares passará por teste hoje para saber se poderá jogar os 90 minutos. O camisa 10 não joga desde a primeira partida da final do Campeonato Mineiro, em 14 de abril.

DESAFIOS PARA MANTER A LIDERANÇA

1) Manter o padrão de jogo que vem dando certo
2) Ter maior concentração em confrontos com equipes mais qualificadas
3) Mostrar superioridade nos jogos em casa
4) Usar bem as peças de banco que estão em alta, como Nathan e Alerrandro
5) Ter equilíbrio durante os 90 minutos, sem altos e baixos durante o jogo

OS COMPROMISSOS ATÉ A COPA AMÉRICA

Data    Adversário

Amanhã    Palmeiras (c)
18/5    Flamengo (c)
26/5    Grêmio (f)
2/6    CSA (c)
9/6    Santos (f)
13/6    São Paulo (c)

Atleticanas

17.090 torcedores garantidos para o jogo contra o Palmeiras até ontem. O número ainda é muito inferior ao esperado pela diretoria, que tem expectativa de público acima dos 30 mil pagantes. Há ingressos com valores entre R$ 20 e R$ 100, que podem ser adquiridos nas Lojas do Galo, na bilheteria Ismênia do Independência, no Labareda e na Vila Olímpica

Copa do brasil no horto
O Atlético confirmou o jogo contra o Santos, pela Copa do Brasil, para o Independência. Havia uma ideia inicial de o clube mandar a partida no Mineirão, mas, diante da baixa procura por ingressos contra o Palmeiras, a cúpula optou pelo Horto. O prazo para confirmação da partida expirava ontem.

 

 

 


Publicidade