Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Um golaço de "Sô Chico"

Amante do futebol e peladeiro assíduo aos 83 anos, Francisco Fernandes de Araújo realizará seu sonho de promover um torneio só para maiores de 70. Será no final de junho


postado em 11/05/2019 05:08

"Fiquei sabendo que Natal, Evaldo, Dirceu Lopes e Raul ainda jogam. Queria o Dario, mas ele diz que não pode mais. Mas vou convidá-lo para a festa. Ele dará o chute inicial" %u2018Sô Chico%u2019 (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)


O sonho do engenheiro agrônomo aposentado Francisco Fernandes de Araújo, o 'Sô Chico', de 83 anos, era formar uma pelada só com jogadores acima dos 80. Por falta de quorum, apesar de inúmeros contatos em todo o Brasil, teve que baixar a faixa etária para 70. Mas agora vai sair. Será dia 29 de junho, na Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB), em Belo Horizonte.

Qualhada, Barriga de Cimento, Bolinha, Garrote, Carioca, Passe Certo, Dr. Estranho, Bitoca, Macarrão e Travado são alguns dos companheiros da pelada de 'Sô Chico' hoje. Todos estão acima dos 53 anos. Os jogos ocorrem, sempre, às terças, quintas e sábados, das 8h às 10h, na AABB.

O ex-policial militar José Augusto Ramos, de 58, não chega à pelada sem reverenciar o amigo, considerado um recordista. “Olha, 'Sô Chico' é um exemplo pra todos nós. A vitalidade e o ânimo dele nos faz ter vontade de vir, não só nos três dias, mas em todos da semana. Às vezes, levanto numa preguiça danada, mas penso nele e isso me dá vontade de pular da cama.”

Carlos Joarestes, de 70, foi um dos primeiros a confirmar presença na pelada festiva. “Eu jogo quatro vezes por semana. Além dos três dias aqui, ainda jogo no Dom Orione, aos domingos. Sou um apaixonado por futebol. Joguei na várzea, no Tupinambás, e também disputei o Campeonato dos Comerciários de BH. Era do time da extinta Bemoreira. Vim pra cá, trazido pelo 'Sô Chico', em 2000 e não parei mais. Vibrei quando ele disse que quer uma pelada para os acima de 70 anos. Antes, não poderia jogá-la.”

Um dos goleiros da pelada é Isalino de Souza Luciano, de 53, um ex-bombeiro militar. Ele comemora o fato de jogar a pelada do 'Sô Chico'. “Olha, isso abriu portas pra mim. Mas foi o acaso que me colocou no gol. Eu era muito ruim na linha e os amigos sempre me colocavam no gol. Acabei gostando e virei goleiro. Joguei na várzea, sempre – no Vista Alegre e no Avaí. Atuo também no interior. Disputo os campeonatos de Máster, categoria acima de 50 anos, de Esmeraldas e Mário Campos, fui campeão dos dois anos passado, e já estou escalado para o de Santa Luzia, que está para começar. Como os goleiros de 70 anos são raros, estou escalado nessa pelada.”

HISTÓRIA Montar uma pelada dos sonhos não foi fácil para 'Sô Chico'. “Eu tive a ideia de fazer esse jogo porque sou o mais velho aqui na nossa pelada. Os amigos duvidaram. Foi como um desafio. Resolvi procurar jogadores acima dos 80. Sabia que seria muito difícil. Pedi ajuda à AABB, o clube ao qual pertenço. O clube existe no país inteiro. Então passei a ligar para todas as unidades e explicar o que faria. Mas apareceram apenas dois jogadores, ambos de fora de BH.”

Ele não desanimou. “Reduzi a idade para 75 anos. Refiz todas as ligações. Apareceram apenas mais cinco. Ainda tinha um outro problema: tinha de bancar transporte e hospedagem para todos os jogadores. O jeito, então, foi baixar pra 70. E não é que deu certo? Surgiram 28 interessados. Com os outros sete, dois de 80 e cinco de 75, somos agora 35. Vai dar pra fazer três times, um torneio.”

'Sô Chico' sonha alto. “Fiquei sabendo que Natal, Evaldo, Dirceu Lopes e Raul ainda jogam. Queria o Dario, mas ele diz que não pode mais. Mas vou convidá-lo para a festa. Ele dará o chute inicial. A pelada vai sair.”

A carreira futebolística de 'Sô Chico' começou em Viçosa, onde nasceu. Aos 11 anos, era ponta esquerda. Depois viveu uma emoção inesperada. “Joguei com o Garrincha, num jogo festivo para angariar fundos para instituições de auxílio a carentes da minha cidade. Ainda quero jogar com Natal, Dirceu Lopes, Evaldo e Raul.”

A ideia do jogo-festa ganhou a adesão de Francismar de Araújo Drumond, filha de 'Sô Chico', e de sua neta, Ana Luiza, que mora na França. De lá, ela começou a disparar e-mails sobre o sonho de seu avô, que passou a ser o dela também.

APOIO A AABB, onde será o jogo, apoia integralmente o futebol de veteranos. Segundo Antônio Marcos Costa, diretor administrativo, e Wagner Lacerda, diretor de esportes, a AABB apoia as competições acima de 70 anos, e que quem quiser participar nem sequer paga a mensalidade do clube. Basta entrar em contato com a secretaria, pelo telefone (31) 3490-9900.

 

Serviço

Se você tem 70 anos ou mais e quiser participar do torneio, entre em contato com o 'Sô Chico' pelo telefone 99703-1936.
Será em 29 de junho, na AABB, em BH


Publicidade