Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Furacão leva virada do Boca nos acréscimos


postado em 10/05/2019 05:07

O Athletico sucumbiu ao sufoco imposto pelo Boca Juniors e deixou escapar a liderança do Grupo G da Copa Libertadores na rodada final da fase de grupos. Com um a menos nos minutos finais por causa da expulsão do volante Wellington, o Furacão foi derrotado de virada, por 2 a 1, pelo time argentino, ontem à noite, na Bombonera. Tevez marcou o gol que definiu o duelo aos 49min do segundo tempo.

 Classificado antecipadamente às oitavas de final da Libertadores, o Athletico precisava da igualdade em Buenos Aires para garantir a liderança da chave e a vantagem do mando de campo no duelo de volta da próxima fase. Porém, terminou na segunda posição, a dois pontos do Boca, que avançou em primeiro. O Tolima, que bateu o Jorge Wilstermann por 2 a 0, na Bolívia, foi o terceiro colocado da chave e entrará na segunda fase da Copa sul-Americana.

Com gol de Marco Rubén – o sétimo em sete partidas oficiais pelo Athletico e o quarto em dois duelos com o Boca nesta Libertadores –, o time brasileiro até abriu vantagem, mas acabou levando a virada num jogo em que reclamou de decisões do árbitro Carlos Orbe, como a não marcação de pênalti no primeiro tempo, após toque da bola na mão de Buffarini, e de impedimento no gol de empate dos xeneizes.

O Grupo G também foi definido ontem, com o paraguaio Olimpia terminando na liderança mesmo sendo derrotado, em casa, pelo Sporting Cristal-PER, por 1 a 0. O segundo colocado da chave foi o Godoy Cruz, que bateu o chileno Universidad de Concepción, na Argentina.


Publicidade