Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

A sombra do artilheiro

O jovem centroavante Alerrandro vem aproveitando as chances que tem e está na cola de Ricardo Oliveira na artilharia da temporada


postado em 09/05/2019 05:13

Os goleadores em ação: nas quartas de final do Campeonato Mineiro, Ricardo Oliveira comemora gol contra o Tupynambás, na vitória alvinegra por 3 a 1 (acima). Abaixo, Alerrandro celebra depois de marcar pela segunda vez no triunfo por 3 a 2 sobre o América, pela 10ª rodada do Estadual(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press - 24/3/19)
Os goleadores em ação: nas quartas de final do Campeonato Mineiro, Ricardo Oliveira comemora gol contra o Tupynambás, na vitória alvinegra por 3 a 1 (acima). Abaixo, Alerrandro celebra depois de marcar pela segunda vez no triunfo por 3 a 2 sobre o América, pela 10ª rodada do Estadual (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press - 24/3/19)


Eles têm idade para ser pai e filho, mas convivem diariamente como companheiros de trabalho e, ao mesmo tempo, concorrentes ao posto de goleador do Atlético neste ano. Num início de temporada com demissão de treinador e fracassos no Campeonato Mineiro e na Copa Libertadores, os dois centroavantes se transformaram no ponto forte do Galo, que tem como grande ídolo outro camisa 9: Reinaldo, maior artilheiro da história do clube, com 255 gols. Se o experiente Ricardo Oliveira, de 39 anos, é o goleador alvinegro em 2019, com 13 gols, o reserva Alerrandro, de 20, tem mostrado oportunismo e já balançou as redes 10 vezes.

Os dois marcaram quase metade dos 53 gols do Galo nesta temporada. Formado nas divisões de base do clube, Alerrandro foi o destaque da última vitória alvinegra, ao marcar duas vezes no triunfo sobre o Zamora por 2 a 1, na Venezuela, na despedida do alvinegro da Libertadores – o resultado garantiu ao time vaga na Copa Sul-Americana. Poupado, Ricardo Oliveira ficou em Belo Horizonte aprimorando o condicionamento físico, o que deu ao jovem jogador chance de mostrar serviço no time de Rodrigo Santana.  

O treinador, inclusive, acompanha de perto a carreira de Alerrandro. Ex-técnico do time Sub-20 do Galo, Santana não poupou elogios ao prata da casa pela atuação contra o Zamora: “O Alerrandro é um garoto que conheço muito bem, vai ter um futuro brilhante, tem uma estrela grande e se posiciona bem na área. É um garoto que trabalha muito e nada melhor que coroar a vitória com dois gols. Vai crescer muito na carreira”.

Os oito gols de Alerrandro no Estadual foram fundamentais para que o Atlético terminasse a primeira fase n liderança. Por sua vez, Ricardo Oliveira teve participação decisiva na classificação do Galo nas duas primeiras etapas eliminatórias da Libertadores, com cinco gols – apenas um, o da goleada sofrida para o Cerro Porteño (4 a 1), foi marcado na fase de grupos.

Natural de Lavras, Alerrandro entende que deve sempre aproveitar as oportunidades quando o companheiro não estiver em campo: “Ele me passa muitos conselhos. Todos sabem que é o goleador do time, a nossa referência ofensiva. Por isso, sei que preciso trabalhar forte para estar pronto quando a chance surgir”.

Agora, os dois centroavantes vivem a expectativa de poder ajudar o Atlético a manter a liderança e os 100% de aproveitamento no Campeonato Brasileiro. A volta de Ricardo Oliveira é esperada diante do Palmeiras, domingo, às 16h, no Mineirão, com perspectiva de boa presença de público (a partida não terá transmissão pela TV). Mas é certo que, se o titular estiver em dia pouco inspirado, Rodrigo Santana poderá lançar o prata da casa no decorrer da partida.

NOVIDADES A delegação atleticana chegou ontem à noite da Venezuela (fez escala no Panamá) e os jogadores foram liberados para descansar. Contra o Palmeiras, a equipe terá várias novidades. Além de Ricardo Oliveira, o Galo será reforçado pelo goleiro Victor, pelo lateral-direito Guga, pelo volante Elias e pelo atacante Chará, que ficaram em na capital mineira se preparando fisicamente para a sequência no Brasileiro e na Copa do Brasil – a estreia na competição mata-mata será na quarta-feira, diante do Santos, às 19h15, no Independência.

O equatoriano Cazares será reavaliado pelos médicos hoje, e se for liberado pode voltar à equipe no fim de semana. Sem atuar desde 14 de abril, o armador se recupera de lesão muscular na coxa direita, sofrida contra o Cruzeiro, na decisão do Campeonato Mineiro.


ATLETICANAS...
Namoro com Osorio

A imprensa colombiana dá como bem encaminhada a contratação do técnico Juan Carlos Osorio pelo Atlético. Segundo o jornalista Carlos Velez, da Rádio Antena 2, da Colômbia, Rui Costa, diretor de futebol alvinegro, esteve em Medellín no último fim de semana para negociar com o treinador. Nas palavras de Velez, o interesse do Atlético na contratação de Osorio é de “99,9%”, enquanto da parte do técnico colombiano a vontade de dirigir o Galo estaria entre “65% e 70%”.

Jogo sem TV
15.103

Torcedores já garantiram presença na partida contra o Palmeiras domingo, às 16h, no Mineirão.


Publicidade