Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Um time, Dois jogos, Quatro dias e... muita vontade

O Atlético tem a missão de conquistar dois objetivos de hoje a terça-feira. Tenta a terceira vitória seguida no Brasileiro, contra o Ceará, e em seguida busca a vaga na Sul-Americana


postado em 04/05/2019 05:10

"O time vem ganhando confiança. Vivemos semanas muito difíceis, mas agora começou um novo campeonato e temos de fazer o possível para ficar sempre em cima", Chará, atacante alvinegro (foto: Bruno Cantini/Atlético)

Com a confiança de novo em alta, o Atlético se divide em duas frentes para obter o melhor aproveitamento no Campeonato Brasileiro e em sua despedida na Copa Libertadores. Em busca da segunda vitória fora de casa na Série A, o time alvinegro enfrenta o Ceará hoje, às 21h, no Castelão, podendo assumir provisoriamente a liderança. Na terça-feira, os mineiros estarão em campo outra vez, desta vez na Venezuela, onde precisam vencer o Zamora para garantir vaga na Copa Sul-Americana.

A intenção do clube é encarar os dois compromissos com a mesma seriedade, sem que a equipe descuide de nenhum dos objetivos. Cinco jogadores não viajaram com a delegação ontem para Fortaleza e ficarão em Belo Horizonte se preparando fisicamente para o duelo com o Zamora – o zagueiro Leonardo Silva, os armadores Terans e Vinícius, o meia-atacante Luan e o atacante Alerrandro.

O quinteto seguirá para a Venezuela na madrugada de amanhã, enquanto o restante viajará na madrugada de segunda-feira, diretamente de Fortaleza. Os dois grupos se encontrarão na Cidade do Panamá, onde farão escala, e irão juntos até Caracas. De lá, seguirão para Barinas, no Norte venezuelano, local da partida no meio de semana.

A decisão da comissão técnica de encarar os dois jogos com a mesma força só será possível porque os atletas estão com a motivação em alta. O atacante Chará afirma que o grupo tem de pensar em um objetivo de cada vez, a começar pelo jogo contra o Ceará: “O time vem ganhando confiança. Vivemos semanas muito difíceis, muito complicadas, mas agora começou um novo campeonato e temos de fazer o possível para ficar sempre em cima. Tem muitos jogadores com capacidade para fazer. Só é preciso confiança, que o time pouco a pouco ganhará mais. O Brasileiro é difícil e por isso conquistar pontos fora é difícil”.

Ainda que esteja com 100% de aproveitamento no Brasileiro, Rodrigo Santana entende que o time precisa de muita evolução para ganhar corpo. Um dos objetivos do treinador é formatar um novo esquema de jogo, com mais variações de jogadas ofensivas. Recentemente, ele afirmou que sua equipe precisava ter mais posse de bola e controle do jogo para não tomar tantos sustos na defesa.

O capitão Réver elogia a postura do comandante alvinegro: “A chegada do Rodrigo mudou algumas coisas na equipe. Temos notado isso desde que ele assumiu nos jogos da final do Estadual e na Libertadores. O Rodrigo busca muitas informações e tem um grande time em suas mãos. Ele não vai querer deixar essa oportunidade passar. A partir do momento em que o time se encaixar, as coisas poderão acontecer pelo lado positivo. E ele vem demonstrando isso no dia a dia. Espero que ele tenha o sucesso e que possamos dar a resposta em campo”.

O jogador de 34 anos acredita em jogo equilibrado nesta noite, no Castelão: “O Ceará vem de uma crescente grande desde o ano passado. O time mudou sua postura e conseguiu manter isso em 2019. Não tem jogo fácil no Brasileiro, seja contra time mais tradicional ou contra adversário de menor expressão. São duas equipes que vêm em momentos bons no Brasileiro, mesmo que o Ceará tenha perdido para o Cruzeiro (na rodada anterior). Espero que possamos buscar os três pontos, que são muito importantes”.

SUBSTITUTOS Em relação à formação nesta noite, o volante Zé Welison continua como titular no lugar de Adilson. Para a vaga de Luan, o armador Nathan e o atacante Maicon Bolt disputam o lugar, com mais chances para o primeiro. A exemplo de Adilson, o equatoriano Cazares continua em tratamento de lesão muscular e se prepara para poder atuar contra o Zamora na terça-feira, na Venezuela.

 

 Precisa melhorar...

 

Variações de jogadas de ataque

Segurar mais a posse de bola

Trabalhar as jogadas por baixo, sem abusar dos lançamentos longos

Reforçar a cobertura em ambas as laterais

Ter nova opção de esquema tático, com utilização das peças de banco

 

 

 

3ª rodada do Brasileiro’2019

 

Estádio: Castelão
Horário: 21h
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e
Bruno Salgado Rizo (SP)
VAR: José Cláudio Rocha Filho (SP)
TV: Pay-per-view

 

Ceará
Diogo; Samuel Xavier, Thiago Alves, Luiz Otávio e Thiago Carletto; Auremir, Fabinho, Ricardinho, Leandro Carvalho e Chico; Ricardo Bueno

Técnico:
Luís Fernando Flores

 

Atlético
Victor; Guga, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison, Elias, Geuvânio, Nathan (Maicon Bolt) e Chará;
Ricardo Oliveira

Técnico:
Rodrigo Santana

 

 

 

O adversário

 

Vovô quer a reabilitação

 

Apesar da derrota para o Cruzeiro por 1 a 0, no Mineirão, o discurso entre os jogadores do Ceará é de que a equipe deixou boa impressão atuando fora de casa e vem mostrando evolução neste Brasileiro. Na estreia, o Vovô goleou o CSA por 4 a 0, no Castelão, ficando no pelotão de frente na competição. Agora, o time nordestino tenta reagir contra o Atlético, com expectativa de casa cheia. O técnico mineiro Enderson Moreira se recupera de dengue e deve entregar o comando técnico ao auxiliar Luís Fernando Flores. Uma das novidades nesta noite deve ser o atacante Matheus Gonçalves (ex-Fluminense), que ficou no banco de reservas contra o Cruzeiro. Em tratamento de lesões musculares, os armadores Felipe Silva, Juninho Quixadá e Wescley continuam sem atuar. Outro desfalque é o volante Willian Oliveira, que passou por cirurgia no ombro direito e ficará três meses em recuperação.

 

 

 

 

 

 


Publicidade