Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Barça goleia e fica mais perto da final


postado em 02/05/2019 05:11

Com os dois gols contra o Liverpool, Messi chegou a 600 pelo Barcelona(foto: Lluis Gene/AFP)
Com os dois gols contra o Liverpool, Messi chegou a 600 pelo Barcelona (foto: Lluis Gene/AFP)


O Barcelona, graças à sua eficiência e a um Lionel Messi inspirado, que chegou ao 600º gol pelo time catalão, fez valer o mando de campo e venceu o Liverpool por 3 a 0 no Camp Nou, ontem, no jogo de ida das semifinais da Liga dos Campeões, abrindo enorme vantagem para garantir uma vaga na final.

A equipe do técnico Ernesto Valverde se viu pressionada pelo Liverpool praticamente o jogo todo, mas o talento de Luis Suárez, que abriu o placar aos 26 min, e principalmente de Messi, autor de dois gols na etapa final – o segundo numa magistral cobrança de falta –, foram suficientes para colocar um pé do Barça na decisão continental.

O placar foi elástico e o resultado sonoro, mas o que se viu dentro de campo foi um Liverpool dominante com a bola no pé e, desde o apito inicial, ficou claro o respeito de Valverde pelo Liverpool do colega Jurgen Klopp, finalista da Champions na temporada passada.

Sabendo da qualidade individual e da velocidade nos contra-ataques dos ingleses, o Barça entrou em campo com uma postura diferente, armando duas linhas de quatro jogadores na defesa, dando a bola ao adversário e atacando os espaços. Algo raro para um time acostumado a controlar o jogo com a posse de bola.

Nos primeiros 10 minutos de jogo, o Liverpool aceitou o convite catalão e tomou conta do jogo, com Salah infernizando a vida de Lenglet e Alba pela direita. O domínio inglês, porém, não se converteu em gol e o Barça foi gostando do jogo, encontrando espaços para contra-atacar.

No segundo ataque perigoso, o Barça abriu o placar, com Alba apoiando pela esquerda e cruzando rasteiro. Suárez surpreendeu a zaga do Liverpool em velocidade e marcou em seu ex-clube com um carrinho.

O gol animou o Barça e a torcida catalã, que inflamou o Camp Nou e ajudou o time a seguir pressionando em busca de uma vantagem ainda maior. Na volta do intervalo, a partida retomou o panorama do início do jogo: Liverpool com a bola, Barça esperando o contragolpe. A diferença é que os ingleses se mostraram bem mais perigosos que no primeiro tempo. Com a pressão inglesa, brilhou a estrela do goleiro Ter Stegen.

Mas o Liverpool cansou. Aí Messi aproveitou para tomar conta do jogo. Distribuindo passes e acumulando dribles, o gênio argentino comandou contra-ataques perigosos e garantiu uma enorme vantagem para o Barcelona, fazendo dois gols e fechando o placar.


Casillas sofre infarto em treino
O goleiro do Porto, Iker Casillas, de 37 anos – ex-jogador do Real Madrid e da Seleção Espanhola –, está estável depois de sofrer um infarto durante treino da equipe portuguesa e ser hospitalizado. Segundo comunicado do clube, o jogador espanhol "está bem, estável e com o problema cardíaco resolvido".


Publicidade