Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Vantagem para Ajax e Barça

O time holandês, por apresentar melhor futebol coletivo. O espanhol, por contar com o fenômeno Messi


postado em 25/04/2019 05:04

(foto: Guenter Schiffmann/AFP - 9/2/19)
(foto: Guenter Schiffmann/AFP - 9/2/19)


>> fredericoteixeira.mg@diariosassociados.com.br

Como não podia ser diferente, na semana que vem, os olhos do planeta bola estarão voltados para as semifinais da Liga dos Campeões. Sem ficar em cima do muro, cravo meus favoritos à finalíssima: Ajax e Barcelona. O time holandês, por apresentar melhor futebol coletivo. O espanhol, por contar com o fenômeno Messi e um “alívio” do calendário.

Comandado por Ernesto Valverde, o Barcelona pode sacramentar o título espanhol no sábado, no caso de vitória simples sobre o Levante. Enquanto isso, o Liverpool, seu adversário na Champions, encara uma verdadeira briga de foice com o Manchester City pela taça da Premier League. Um ponto atrás do rival local, terá três rodadas para tirar a diferença.

Como os Reds poderão conciliar as duas frentes? A dúvida até poderia não parecer tão cruel assim, não fosse o fato de o Liverpool nunca ter conquistado a Premier League. Resta saber se o grupo de Jürgen Klopp terá forças – e fôlego – em reta final de temporada.

Do outro lado da chave, o Ajax também luta diretamente pelo título holandês com o PSV, que, se vencer o Willem II hoje, se iguala ao arquirrival em 80 pontos. Mas faltarão apenas duas rodadas para o término da competição. E, cá entre nós, o nível dos adversários é bem inferior...

Já o Tottenham não disputa o título inglês, mas ainda precisa confirmar sua vaga na próxima Champions. Hoje está em terceiro lugar, mas, faltando três rodadas, ainda tem Chelsea e Arsenal em sua cola. Son e companhia terão que provar, mais uma vez do que são capazes. Já o fizeram diante do City. Não creio que conseguiram repetir a dose agora.

Reta alucinante

A reta final dos campeonatos Alemão e Português prometem fortes emoções. Na Bundesliga, faltando quatro rodadas, o Bayern de Munique tem um ponto de frente para o Borussia Dortmund (70 a 69). Teoricamente, os adversários do Bayern – principalmente RB Leipzig e Eintracht Frankfurt – são mais complicados, mas acredito mais na boa fase de Lewandowski. No Lusitano, também faltando quatro rodadas, Benfica e Porto estão empatados em 75 pontos. E o fiel da balança pode ser o Sporting, que encara o Porto na última rodada. Alguém duvida que farão de tudo para evitar mais um título do arquirrival?

Iluminado
Um brasuca foi o grande destaque da quarta rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Ásia: Leonardo da Silva, autor de todos os gols da vitória de 4 a 3 do Al Whada sobre o Al-Rayyan. Desconhecido no Brasil, o atacante de 27 anos pode ser considerado um cigano da bola. Sem muitas chances por aqui, aos 20 anos foi fazer sua sorte no mundo. Passou por equipes de Chipre, Ucrânia, Azerbaidjão, Rússia, Sérvia e Arábia Saudita até chegar aos Emirados Árabes. Agora com sete gols, divide a artilharia da competição com o italiano Graziano Pellè. Outros cinco brasileiros foram às redes na rodada: Renato Augusto, Elkeson, Romarinho, Júnior Negão e Ricardo Lopes.

Praga sem fim
A vitória da Lazio sobre o Milan ontem, em Milão, na semifinal da Copa da Itália, foi ofuscada por novas e lamentáveis manifestações de parte de sua torcida. Primeiro, com a exibição de uma faixa em referência ao ex-ditador fascista italiano Benito Mussolini. Depois, com cantos racistas dirigidos ao volante francês Bakayoko, do Milan. A ausência de punições exemplares (lá também acontece) só motiva os extremistas a repetirem gestos de intolerância...

Rompendo fronteiras
Primeira equipe a conquistar o acesso à Premier League para a próxima temporada, o Norwich conta em seu elenco com o atacante Onel Hernández, que fará história ao ser o primeiro cubano a disputar a elite do futebol inglês. O jogador deixou seu país quando tinha apenas oito anos e começou a se destacar primeiro no futebol alemão. Sua única decepção é o fato de não poder defender a seleção, já que o governo de Cuba não permite a convocação de atletas que atuem fora do país.

 

 

DE OLHO
Alphonso Davies

Filho de pais liberianos que fugiam da Guerra Civil, o atacante Alphonso Davies (foto) nasceu em 2000, num campo de refugiados em Gana. Quando tinha cinco anos, a família chegou ao Canadá. Começou a jogar em equipes locais e se destacou. Aos 15, foi para a base do Vancouver Whitecaps. No ano seguinte, foi testado no time B. Aprovado, estreou no time principal com 16 anos. Veloz e habilidoso, recebeu a cidadania canadense e queimou etapas na seleção – Sub-17, Sub-20 e principal. No ano passado, foi contratado pelo Bayern de Munique por 10 milhões de euros. Com muita concorrência (e prejudicado por lesões), jogou pouco em 2019, mas pode ter mais chances com a renovação prevista no gigante alemão para o ano que vem.


Publicidade