Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Vários objetivos em jogo

O Cruzeiro enfrenta hoje o Huracán buscando um triunfo que lhe garanta a classificação, o mantenha na briga pela liderança geral e dê tranquilidade para a final do Mineiro


postado em 10/04/2019 05:12

O lateral-esquerdo Egídio tem a receita para mais uma vitória na Libertadores:
O lateral-esquerdo Egídio tem a receita para mais uma vitória na Libertadores: "Ficar atentos atrás e procurando aproveitar as chances" (foto: Igor Sales/Cruzeiro)



O Cruzeiro entra em campo hoje, às 19h15, para receber o Huracán-ARG, no Mineirão, buscando a vitória que servirá para várias coisas. Primeiro, e mais importante, o time celeste garantirá classificação às oitavas de final da Copa Libertadores. Segundo, continuará na luta para ter a melhor campanha da fase de grupo, que está na quarta rodada. Terceiro, terá ainda mais tranquilidade para se concentrar na decisão do Campeonato Mineiro, na qual terá como oponente o rival Atlético. E, por último, alcançará 10 vitórias seguidas, superando a marca de 2014. A diferença é que agora foram apenas em jogos oficiais, enquanto há cinco anos estão incluídos dois amistosos.

A intenção, obviamente, é ampliar a sequência vitoriosa, principalmente porque a expectativa é de casa cheia mais uma vez – no domingo, o Gigante da Pampulha recebeu mais de 51 mil torcedores. “Trata-se de um jogo muito importante, mais um na temporada. Estaremos em casa, com o apoio da nossa torcida, que está de parabéns, vem lotando o Mineirão. Vamos procurar fazer o que estamos fazendo: ficar atentos atrás e procurando aproveitar as chances. Queremos vencer para garantir a classificação e manter a invencibilidade na temporada”, diz o lateral-esquerdo Egídio, que não espera facilidades, pois “na Liberadores não tem jogo fácil”.

A opinião é a mesma do técnico Mano Menezes, que não se cansa de alertar os jogadores, e até os próprios torcedores, que não devem se iludir em função de o adversário de hoje ter vencido apenas uma das últimas 11 partidas. “Na Libertadores não existe facilidade. Basta olhar o desempenho das equipes brasileiras e argentinas, que são os principais mercados do continente e tem muito clube passado aperto. Não pode descuidar de nada, não pode achar que venceu antes da hora, pois a Libertadores não perdoa perder em casa, não perdoa erros, não permite subestimar ninguém. O Deportivo Lara-VEN parecia que ia chegar aqui subnutrido, cansado. Mas não. Eles chegaram e correram pra caramba. Então, o Huracán-ARG vai vir aqui para jogar uma das últimas cartadas (na Libertadores) e temos de estar prontos para lutar pela vitória”, afirma o treinador.

Até por respeito aos argentinos, ninguém no clube quer falar sobre a sequência na temporada, preferindo se concentrar no compromisso desta noite. Porém, é inegável a importância do jogo de hoje para o futuro.

Até porque os objetivos vão mudando de acordo com o desempenho. “Quando começou a Libertadores, nosso primeiro objetivo era a classificação (às oitavas de final). Depois, o primeiro lugar do grupo. Na sequência, o primeiro lugar geral na fase de grupos. E uma vitória em casa nos fortalece ainda mais para a sequência, que teremos jogos importantes. Vamos nos concentrar neste jogo e depois pensar no próximo”, afirma o camisa 6.

TRANQUILIDADE
Para o jogo de hoje, Mano Menezes tem praticamente todos os jogadores à disposição – apenas o recém-contratado Pedro Rocha não pode ser relacionado por não estar inscrito na Libertadores. O mais provável é que o treinador promova a volta do volante Henrique e do armador Marquinhos Gabriel, que ficaram fora da vitória por 3 a 0 sobre o América, sábado, no jogo de volta das semifinais do Mineiro.

Na armação, Thiago Neves vai ser novamente relacionado, mas dificilmente deve entrar no jogo em função de estar há mais de um mês tratando problema na panturrilha direita. Rodriguinho segue como titular.

Já Fred continua como atacante, embalado por mais um gol marcado na temporada. Já são 11 em 13 jogos em 2019, além de três assistências.


O ADVERSÁRIO
Hermano desesperado

Se o Cruzeiro lidera o Grupo B da Copa Libertadores, o Huracán-ARG está na ponta contrária da tabela e também precisa da vitória hoje para manter as chances de classificação às oitavas de final. A equipe vem de boa vitória por 2 a 0 sobre o Atlético Tucumán, mas viu a comemoração virar reclamação depois de ser punido com a perda de seis pontos pela Liga Argentina por atraso de salários. Enquanto a diretoria vai recorrer, os jogadores prometem empenho no Mineirão. “Temos de manter a concentração bem alta, porque se nos

descuidarmos vamos sofrer, como ocorreu no jogo em Buenos Aires”, diz Lucas Barrios, ex-Palmeiras.

 

 

FICHA TÉCNICA
Cruzeiro x Huracán

Cruzeiro: Fábio; Edílson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique, Lucas Romero, Robinho, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel; Fred
Técnico: Mano Menezes
Huracán: Silva; Chimino, Salcedo, Alderete (Mancinelli) e Araujo; Auzqui, Rossi, Pérez e Damonte; Gamba e Lucas Barrios
Técnico: Antônio Mohamed
Quarta rodada do Grupo B da Copa Libertadores
Estádio: Mineirão
Horário: 19h15
Árbitro: Julio Bascuñan (CHI)
Assistentes: Alejandro Molina e Cláudio Urrutia (CHI0
TV: SporTV
Cruzeirense pendurado: Lucas Romero


Palmeiras e Grêmio em ação

Com apenas um ponto no Grupo H, o Grêmio tem jogo decisivo hoje, às 21h30, contra o Rosário Central, em Porto Alegre. O time gaúcho precisa da vitória para seguir vivo na competição e mais uma vez não contará com o atacante Luan, que cuida da forma física para voltar a ser relacionado pelo técnico Renato Gaúcho. O ex-cruzeirense Alisson pode ser mantido no time. No mesmo horário, o Universidad Catolica-CHI, que soma seis pontos, recebe o líder Libertad-PAR, que tenta manter 100% de aproveitamento. Também hoje às 21h30, mas pelo Grupo F, o Palmeiras recebe o Junior Barraquilla-COL, que ainda não pontuou, de olho na liderança. Os paulistas somam seis pontos e terão quase força máxima – o atacante Willian continua se recuperando de lesão, assim como os armadores Guerra e Carlos Eduardo.


Publicidade