Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Galo e Raposa na Libertadores

Não se pode comparar o Atlético a Flamengo, Grêmio, Palmeiras e Cruzeiro, que têm mais poder técnico, porém, nesse tipo de competição é preciso superar as dificuldades


postado em 03/04/2019 05:08



Emoção em dose dupla para as duas maiores torcidas de Minas Gerais. O Galo entra em campo às 19h15, no Mineirão, para tentar vencer o Zamora e melhorar sua situação. Vem de derrotas para Cerro Porteño e Nacional, e não pode admitir outro resultado que não seja a vitória. Não vi os últimos jogos do Atlético, pois estava na Europa com a Seleção Brasileira, mas a obrigação de vencer é do alvinegro, para manter vivas as chances de avançar para as oitavas de final. Não acredito que o time venezuelano apronte pra cima da equipe mineira, mas a Copa Libertadores é complicada, em que porco magro suja a água. Não me canso de dizer que o Galo tem um time mediano, como a maioria das equipes das América do Sul, ainda sem identidade. Seu treinador peca muito na escalação e nas substituições.

Não se pode comparar o Atlético a Flamengo, Grêmio, Palmeiras e Cruzeiro, equipes que têm mais poder técnico, jogadores de maior qualidade, porém, nesse tipo de competição é preciso superar as dificuldades técnicas, usar a inteligência e vencer, atuando de forma segura. Sou a favor da ofensividade, mas, quando não se tem um grupo com essa capacidade, 1 a 0 vira goleada. O São Paulo, tricampeão brasileiro em 2006, 2007 e 2008 com Muricy Ramalho, vencia por 1 a 0 e 2 a 1 e levantou as taças. Nem me lembro se o grupo era tão limitado assim.

O Galo tem um grande goleiro (Victor), zagueiros de qualidade (Réver e Igor Rabello), um volante que não pode ter esquecido a bola que tinha (Elias), um excelente jogador com a camisa 10 chamado Cazares, que ainda não se deu conta do potencial que tem, e um atacante de 38 anos (Ricardo Oliveira) que conhece o caminho das redes como poucos. Portanto, meus amigos e amigas, esse time não pode ser considerado tão ruim assim. É claro que tem dois laterais limitados, e Luan um jogador apenas médio, que corre, luta, dá sangue, mas não tem qualidade e técnica. Espero uma grande vitória nesta noite, para lavar a alma do torcedor, tão apaixonado e fiel ao time.

Cruzeiro

No Equador, o Cruzeiro, às 21h30, vai em busca da terceira vitória seguida na Libertadores, contra o Emelec, para praticamente garantir passagem à próxima fase. Venceu os dois primeiros jogos com propriedade e está soberano, com grupo muito forte. Perdeu De Arrascaeta e repôs com Rodriguinho, que está voando e caiu como uma luva no esquema tático de Mano Menezes. Os equatorianos são complicados em casa, mas o Cruzeiro é um dos favoritos ao título da competição, com grupo altamente qualificado, que possibilita opções para o técnico. É uma equipe muito regular, com peças que se equivalem em quase todos os setores. Fred fez três gols domingo, diante do América, e ganhou moral para hoje. Fábio é aquela garantia no gol, e Dedé a segurança na zaga. Não gosto dos laterais, acho instáveis. Edílson, em forma, é bom, mas não joga tantas partidas consecutivas. Egídio é fraco na marcação e pior no apoio. Vez ou outra, acerta um cruzamento. Mas não há como negar a força do time azul e seu favoritismo para ser o primeiro do grupo, e, talvez, o maior pontuador no geral. A final será em novembro, em Santiago, no Chile, em jogo único. Porém, até as semifinais, o maior pontuador terá a vantagem de decidir a vaga em casa. Acredito no Cruzeiro e acho que ele pode conseguir mais uma grande vitória.

Tite até 2022
Mente quem diz que Tite cairá, dependendo da campanha do Brasil na Copa América. A ideia do presidente eleito da CBF, que tomará posse dia 9, Rogério Caboclo, é manter Tite até a Copa de 2022 por acreditar no trabalho dele. Tenho cobrado muito do treinador brasileiro, mas, no momento em que ele aposta numa renovação e dá oportunidade aos jovens, apoio integralmente. Em 2022, vamos precisar dos garotos, aliados à experiência de Neymar, Philippe Coutinho, Firmino, Alexsandro e outros mais rodados. Não dá mais para acreditar em Paulinho, Fernandinho, Daniel Alves, Thiago Silva e Renato Augusto. Esses nunca deram certo na Seleção.

Níver
Hoje é aniversário do presidente da Rádio Tupi, meu irmão de coração, Josemar Gimenez, que vem fazendo trabalho brilhante na rádio de maior audiência do país, com 2,5 milhões de ouvintes por minuto, junto com a Antena 1. Que ele tenha muita saúde e que Deus o abençoe grandemente. Felicidades, sempre!


Publicidade