Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Se o que vale é vencer...

Mesmo jogando abaixo de sua capacidade técnica, Cruzeiro ganha do Deportivo Lara no Mineirão e dispara na liderança do Grupo B na Libertadores. Fred vive noite de garçom


postado em 28/03/2019 05:11

Rodriguinho, aniversariante, abriu o placar para o time celeste, enquanto Jadson ampliou no minuto final: equipe foi menos contundente do que esperava a torcida(foto: Fotos: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Rodriguinho, aniversariante, abriu o placar para o time celeste, enquanto Jadson ampliou no minuto final: equipe foi menos contundente do que esperava a torcida (foto: Fotos: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)



No aniversário de 31 anos do armador Rodriguinho, os torcedores do Cruzeiro ganharam de presente a vitória por 2 a 0 sobre o Deportivo Lara-VEN, pela segunda rodada do Grupo B da Copa Libertadores, ontem à noite, no Mineirão. Assim, o time celeste mantém 100% de aproveitamento e abre quatro pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o Emelec-EQU, adversário de quarta-feira, em Guayaquil.

Antes, o time celeste terá de voltar as atenções para o primeiro jogo das semifinais do Campeonato Mineiro, contra o América, domingo, às 16h, no Independência. Como se trata de mata-mata, fica a dúvida sobre a formação que o técnico Mano Menezes, que não pôde dirigir o time ontem por estar suspenso,  vai mandar a campo – ele vinha poupando atletas no Estadual.

O importante, segundo os jogadores, é o bom momento que o time vem passando, ainda que ontem a Raposa tenha deixado a desejar em eficiência ofensiva. Foi a sexta vitória seguida, com 16 gols marcados e nenhum sofrido.

“A equipe toda está de parabéns pela entrega e o resultado. A gente sabia que a vitória fora (sobre o Huracán-ARG, em Buenos Aires) foi importante, mas tínhamos de vencer também em casa. Agora, estamos em boa situação para buscar a classificação”, disse Rodriguinho, que abriu o marcador logo aos 7min, depois de passe de Fred, dando a impressão de que o jogo seria fácil.

Mas não foi isso que se viu na sequência. Apesar de a torcida ter ido à loucura com as chances criadas, o Cruzeiro se mostrou um pouco displicente nas finalizações. Já os venezuelanos tentaram responder aos 13min, quando Di Renzo arriscou de fora da área, por cima. Aos 23min, os donos da casa conseguiram colocar a bola na rede, mas foi marcado impedimento de Marquinhos Gabriel.

Vendo que o Cruzeiro não estava tão inspirado, o time venezuelano começou o segundo tempo mais ofensivo e, aos 11min, Yriarte obrigou Fábio a grande defesa. Mas no embalo da torcida os donos da casa trataram de retomar o controle das ações.

Apesar da falta de inspiração, conseguiram fazer o segundo gol literalmente no último lance da partida. Fred escorou para Jadson acertar belo chute de dentro da área e permitir a comemoração de mais três pontos importantíssimos. Foi o primeiro gol do volante com a camisa celeste.

“O jogo foi pegado, mas o importante foi a vitória e a presença da torcida, que fez uma festa bonita. E o time mostrou uma raça grande, brigou por todas as bolas”, afirmou Rodriguinho.

IGUAL Outros jogadores raciocinaram da mesma forma e preferiram curtir os três pontos, apesar de reconhecerem que o time poderia ter rendido mais. “Foi um jogo com cara de Libertadores, não tem jogo fácil na competição. Para valorizar ainda mais aquela vitória na Argentina (o 1 a 0 sobre o Huracán), era ganhar diante de nossa torcida. Fizemos nosso papel. Claro que, ao fazermos o gol logo no começo, parecia que seria fácil, mas não é. Ficamos felizes também porque não levamos gol mais uma vez”, argumentou Egídio.

O volante Henrique também preferiu valorizar o resultado, embora reconhecendo que a equipe atuou abaixo daquilo com que o torcedor está acostumado: “Criamos bastante, mas não fomos efetivos como no fim de semana (quando o Cruzeiro goleou o Patrocinense por 5 a 0, pelas quartas de final do Mineiro). Mas fizemos nosso papel, merecemos o resultado. Não tem mais time bobo, não vai ter goleada sempre. Prova disso foi o empate do Brasil com o Panamá”.


FICHA TÉCNICA
Cruzeiro 2 x 0 Deportivo Lara-VEN

Cruzeiro: Fábio; Edílson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique, Lucas Romero, Robinho (Rafinha 23 do 2º), Rodriguinho (Jadson 42 do 2º) e Marquinhos Gabriel (David 33 do 2º); Fred
Técnico: Sidnei Lobo (interino)
Deportivo Lara-VEN: Salazar; Anzola, Di Giorgi. Miers e Aponte; Yriarte, Manzano, Centeno (Castellano 42 do 2º), Vargas e Di Renzo (Vargas 36 do 2º); Frutos (Arrieche 20 do 2º)
Técnico: Leo González
Segunda rodada do Grupo B da Copa Libertadores
Estádio: Mineirão
Gols: Rodriguinho 7 do 1º; Jadson 49 do 2º
Árbitro: Piero Maza (CHI)
Assistentes: Jose Retamal e Cláudio Urrutia (CHI)
Cartão amarelo: Dedé, Di Giorgi, Miers, Manzano,
Pagantes: 33.293 (39.595 presentes)
Renda: R$ 1.169.104
Próximos jogos do Cruzeiro: Emelec (F), Huracán (C) e Deportivo Lara (F)

 

 

ENQUANTO ISSO...
Estaduais pegam fogo Quarta-feira movimentada no futebol brasileiro, com definições nos campeonatos regionais. No Rio de Janeiro, o Flamengo derrotou o Fluminense por 2 a 1, no Maracanã, em jogo tumultuado, cheio de lances polêmicos e interferências do VAR. O Fluminense reclama de um gol anulado. O adversário da decisão da Taça Rio sai hoje. Vasco e Bangu jogam às 21h, no Maracanã. Em São Paulo, o Corinthians garantiu a vaga nas semifinais nas cobranças de pênalti. Empatou em 1 a 1 com a Ferroviária no tempo regulamentar, mesmo placar do jogo de ida. Nas penalidades, venceu por 4 a 3. O Coringão vai enfrentar o Santos. O outro confronto será Palmeiras e São Paulo, que ontem bateu o Ituano por 1 a 0. No Rio Grande do Sul, o Internacional garantiu vaga nas semifinais do Gauchão, mesmo derrotado pelo Novo Hamburgo, 1 a 0, no Beira-Rio. Ganhou o jogo de ida por 2 a 0. O São Luiz, que superou o São José por 2 a 0, também está na próxima fase. Hoje haverá os duelos Grêmio x Juventude e Caxias x Aimorés. O tricolor venceu o primeiro jogo, em Caxias, por 6 a 0. No outro confronto, a primeira partida terminou empatada em 1 a 1.

 


Publicidade