Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Presente de aniversário

Na véspera de completar 111 anos, Atlético prepara ações para comemorar a data hoje, no Mineirão, mas festa só estará completa com vitória sobre o Tupynambás e vaga na semifinal


postado em 24/03/2019 05:06

Uruguaio Terans vem ganhando espaço nos últimos jogos, colocando o experiente Elias no banco, e deve ser mantido na equipe por Levir Culpi(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Uruguaio Terans vem ganhando espaço nos últimos jogos, colocando o experiente Elias no banco, e deve ser mantido na equipe por Levir Culpi (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
O Atlético completará 111 anos de existência amanhã, mas as comemorações começam hoje, quando o time alvinegro encara o Tupynambás, às 16h, no Mineirão,pelas quartas de final do Campeonato Mineiro. Apesar do clima festivo, o duelo terá contornos decisivos, já que é eliminatório. A expectativa é de grande público no Gigante da Pampulha. Até a tarde de ontem, mais de 43 mil torcedores haviam garantido ingressos.

O Atlético programou vários eventos antes da partida. O primeiro deles será com o sambista Dudu Nobre, que fará um show na Esplanada do Mineirão, às 13h30. Além do show com o cantor carioca, de 45 anos, o clube preparou uma promoção de cervejas (três por R$ 10) e espaço para crianças, com brincadeiras e apresentações de mágicos.

Outra atração será a apresentação, com música especial em homenagem ao aniversário do clube, dos rappers Djonga, Froid, Clara Lima, Coyote, Fabrício FBC, Chris, Felipe Arco, Eazy CDA, Hot, Vuks e Tiago SKP atrás do gol da Lagoa, às 14h40. O time será recepcionado no gramado com mosaico feito pela torcida.

Dentro de campo, o técnico Levir Culpi deve promover pelo menos duas mudanças no time titular. Com dor no joelho direito, o volante Adilson acabou sendo vetado para o duelo desta tarde. Com isso, Jair começará jogando. De fora do último jogo em que a equipe principal foi utilizada, o centroavante Ricardo Oliveira está recuperado de virose. O experiente jogador substituirá Alerrandro – artilheiro do Estadual, com oito gols – no comando do ataque.

GRINGOS Além de Adilson, outro desfalque certo para a partida contra o Tupynambás é o atacante Yimmi Chará. O jogador está com a Seleção Colombiana para amistosos.

Um dos mais cotados para seguir como titular é o armador David Terans. O uruguaio vem ganhando muito espaço com Levir nos últimos jogos, ocupando a vaga de Elias, que foi para o banco. “Estou com vontade. Venho jogando muito mais que ano passado. Levir tem me dado esta confiança. Cada vez me sinto melhor. Agora é seguir este caminho”, disse.

Terans explicou como gosta de atuar: “Eu me sinto bem jogando pelo centro. Estou cumprindo uma missão de jogar mais por fora, mas o Levir me dá esta confiança, de eu voltar para o meio e jogar ao lado do Cazares e do Ricardo Oliveira. Esta confiança do treinador é muito importante para mim”.

Ele cobra que o time atleticano entre em campo ligado, independentemente de o adversário ter se classificado em oitavo lugar. “O Atlético tem que estar sempre ligado, é time grande. Vamos enfrentar uma equipe que se classificou como qualquer outra. O Atlético tem que ganhar de todos, seja contra o Tupynambás, contra o Cruzeiro, ou quem for”, ressalta.


O adversário

Duas baixas no upynambás

O técnico Paulo Campos, do Tupynambás, terá dois desfalques em relação aos titulares que enfrentaram o Atlético no meio de semana, em Juiz de Fora: os meio-campistas Geovani e Leandro Salino, que cumprem suspensão. O primeiro levou o terceiro cartão amarelo, enquanto o segundo foi expulso na quarta. Paulo Campos faz mistério acerca dos substitutos, mas Guilherme e Matheus Pimenta aparecem, respectivamente, como os favoritos pelas vagas. “Depende muito da característica do adversário, tem que analisar jogo a jogo, equipe a equipe, a característica de cada atleta, do adversário. A formação vai ser boa. Tanto o Geovani quanto o Leandro e os demais que estão machucados não podem ter a falta sentida. Quem entrar em campo tem que fazer um grande papel, dar conta do recado e ajudar a equipe”, destacou o técnico.


Atlético

Victor; Guga, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Zé Wellison, Jair, Cazares, Terans e Luan; Ricardo Oliveira
Técnico: Levir Culpi

Tupynambás
Renan Rinaldi; Gustavo Crecci, Adriano, Felipe Gregory e Lucas Hipólito; Marcel, Léo Salino e Guilherme; Matheus Pimenta, Núbio Flávio e Ademilson
Técnico: Paulo Campos

Quartas de final do Campeonato Mineiro


Estádio: Mineirão
Horário: 16h
Árbitro: Emerson Ferreira de Almeida
Assistentes: Ricardo Junio de Souza e Magno Arantes Lima
Atleticanos pendurados: Igor Rabello, Matheus Mancini e Vinícius
TV: Globo e Pay-per-view


Publicidade