Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Entre treinos e negociações

Ao mesmo tempo em que busca resultados em campo, Atlético age nos bastidores para prorrogar contrato do zagueiro Leonardo Silva e trazer um lateral-esquerdo experiente


postado em 23/03/2019 05:09

Vínculo de Leo Silva com o Galo ia, a princípio, até abril, mas já há conversas para que seja estendido por mais oito meses(foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press - 11/1/19)
Vínculo de Leo Silva com o Galo ia, a princípio, até abril, mas já há conversas para que seja estendido por mais oito meses (foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press - 11/1/19)


Em meio ao mata-mata do Campeonato Mineiro e a fase de grupos da Copa Libertadores, os bastidores do Atlético estão agitados. O diretor de futebol Marques afirmou ontem que o clube descartou a possibilidade de contratação do volante Jobson, do Red Bull Brasil, recebeu sondagens pelo atacante Alerrandro – artilheiro do Estadual com oito gols – e deve renovar o contrato com o zagueiro Leonardo Silva. Além disso, confirmou que o Galo segue em busca de um lateral-esquerdo para disputar posição com Fábio Santos.

Destaque do time de Campinas, dono da melhor campanha na fase de classificação do Campeonato Paulista e adversário do Santos nas quartas de final, Jobson virou carta fora do baralho por causa da conduta de seu empresário, segundo Marques. O jogador também interessa ao time da Baixada Santista. “Tem muito empresário sério no futebol, mas a maioria é de difícil trato. Os caras fazem leilão. Em leilão, o Atlético não vai entrar nunca. O empresário oferece para o Atlético e para outros 30 clubes. Aí é complicado”, afirmou o diretor de futebol atleticano, em entrevista à rádio 98 FM.

Marques também comentou sobre a extensão de vínculo com Leonardo Silva. O zagueiro de 39 anos encerraria a carreira ao término do contrato – após o Estadual – e assumiria um cargo nas categorias de base do clube. No entanto, o alvinegro deseja que o veterano continue no grupo até dezembro. “Na semana passada ou retrasada, junto ao presidente Sette Câmara e ao Lásaro Cunha (vice-presidente do Atlético), o chamamos para uma prorrogação de contrato até o fim do ano. O clube abriu as portas para que assuma a base assim que encerrar a carreira. Ele continuará conosco por muito tempo.”

O técnico Levir Culpi se mostrou satisfeito com a provável permanência de Leo Silva: “É um cara diferenciado, que o torcedor do Atlético aprendeu a gostar. Temos alguns jogadores assim, como o Victor, que marcam a passagem no clube. Precisamos respeitá-los e dar o máximo de atenção para eles. Enquanto estiverem produzindo como estão, considero que são importantes. Essa renovação será legal para todo mundo”.

Reserva no alvinegro, Leonardo Silva é o maior zagueiro-artilheiro da história do Galo, com 35 gols em 364 partidas. No time desde 2011, Leo conquistou sete títulos: Copa Libertadores (2013), Recopa Sul-Americana (2014), Copa do Brasil (2014) e Campeonato Mineiro (2012, 2013, 2015 e 2017). Neste ano, o zagueiro disputou cinco jogos e fez um gol.

ATACANTE E LATERAL
Sobre Alerrandro, Marques revelou que o Atlético já recebeu sondagens pelo jogador de 19 anos: “São situações superficiais ainda. O pessoal começa a perguntar. Ele está fazendo gols importantes. E a gente quer que prospere, que continue jogando bem, aí coisas boas vão aparecer para ele e para o Atlético”.

O dirigente admitiu ainda estar em busca de um lateral-esquerdo experiente, embora tenha elogiado o prata da casa Hulk, de 19. Fábio Santos, de 33, vem sendo alvo de críticas da torcida. “A gente quer um atleta de ponta, que dispute posição com qualquer outro. Não queremos qualquer um. E, por esse zelo, há a dificuldade. Quem tem hoje no mercado, não solta”.


Publicidade