Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

O peso da 10 para Paquetá


postado em 22/03/2019 05:08

Ainda um novato na Seleção Brasileira, Lucas Paquetá fará amanhã, às 14h, sua primeira partida como titular da equipe de Tite, no amistoso diante do Panamá, em Portugal. E logo de cara, o jogador de 21 anos terá a incumbência de vestir a camisa 10, que já pertenceu a tantos craques.

“Ronaldinho, Pelé, Zico... São tantos jogadores que já vestiram essa camisa. Hoje, tenho a oportunidade e espero dar o meu melhor para corresponder a essas expectativas”, disse. “Vou colocar (a camisa) em um quadro, sem dúvida, e mostrar para a família, ter história para contar.”

Ainda dando os primeiros passos na carreira, Paquetá é uma das esperanças da Seleção Brasileira visando à Copa do Mundo do Catar, em 2022, e representa o rejuvenescimento da equipe. Mesmo com pouca idade, o ex-flamenguista mostrou-se pronto para a responsabilidade de vestir uma camisa tão importante na história do país.

“Você disse que a camisa 10 tem um peso grande e eu concordo. Mas a camisa da Seleção, no geral, tem seu peso. São cinco estrelas, não importa a numeração. Farei meu trabalho para conquistar meu espaço”, apontou.

Paquetá deixou o Flamengo no fim da última temporada e se transferiu para o Milan, onde rapidamente assumiu a titularidade e se tornou uma das principais peças da equipe. “Está sendo um período muito bom para mim e para minha família. É claro que ainda preciso me adaptar mais, melhorar. Mas fico feliz por fazer parte dessa evolução do time”, comentou.

O meio-campista ainda apontou certa semelhança entre o estilo de jogo de sua equipe e o da Seleção. “Os gestos táticos da Seleção e do Milan são parecidos. No Milan, jogo pela ponta esquerda, a posição que eu gosto. Aqui, são grandes jogadores, e o Tite me dá liberdade para jogar. Mas a meia esquerda é a posição que prefiro.”
NOVA CHANCE O corte de Daniel Alves por lesão resultou em mais uma oportunidade para Fagner. Chamado às pressas por Tite, o jogador do Corinthians será titular diante do Panamá e celebrou a oportunidade de vestir a camisa amarela mais uma vez.
Se repetir a equipe que treinou nos últimos dias, Tite levará o Brasil a campo diante do Panamá com: Ederson; Fagner, Éder Militão, Miranda e Alex Telles; Casemiro, Arthur, Lucas Paquetá, Philippe Coutinho e Richarlison; Roberto Firmino.


Publicidade