Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Alerrandro tem dia de ídolo no Galo

Depois de ser o herói da vitória atleticana sobre o América no domingo, Alerrandro viveu uma segunda-feira atípica e até fez o garoto Gabriel Gonzaga chorar de alegria


postado em 19/03/2019 05:05

(foto: Bruno Cantini/Atlético )
(foto: Bruno Cantini/Atlético )


Não tem preço proporcionar a alegria a uma criança. Ontem foi um dia especial, aliás, o momento está sendo especial”

. Alerrandro,

atacante alvinegro




A vitória no clássico contra o América, conseguida já nos acréscimos, domingo, no Mineirão, mudou o astral do Atlético e deu ainda mais ânimo a um jogador em especial: o atacante Alerrandro. Logo no primeiro clássico da carreira e como titular, ele marcou duas vezes, sendo que o segundo gol deu os três pontos que levaram o Galo a garantir o primeiro lugar do Campeonato Mineiro com uma rodada de antecedência.

Ontem, ele ainda curtiu o bom momento, participando de programas de TV e atendendo a pedidos de fotos e autógrafos dos fãs. Afinal, são sete gols em oito jogos este ano, sendo seis como titular. Ricardo Oliveira é o artilheiro, com nove gols em nove jogos.

Um dos momentos mais especiais foi com o garoto Gabriel Gonzaga, de 10 anos, que havia pedido a camisa do atacante depois do jogo, mas acabou ficando sem ela pela falta de educação de outros torcedores na arquibancada.

O pequeno atleticano veio com o pai, Leonardo Pereira, de João Pinheiro, onde moram, e, se chorou de tristeza ao ficar sem a camisa no domingo, ontem o fez de emoção. “Não tem preço proporcionar a alegria a uma criança. Ontem foi um dia especial, aliás, o momento está sendo especial na minha vida e só tenho a agradecer a Deus. Não tem nem explicação. Vou continuar trabalhando focado e espero continuar dando alegria aos torcedores”, afirmou Alerrandro, que se comoveu com o sofrimento do pequeno Gabriel, que foi convidado pelo alvinegro para conhecer a Cidade do Galo e acompanhar o treino realizado na tarde de ontem.

A atividade não teve os jogadores que começaram jogando o clássico, que fizeram trabalho regenerativo. Em campo, o técnico Levir Culpi escalou o time com Cleiton; Renan Guedes, Réa, Maidana e Hulk; Lucas Cândido, Nathan, Leandrinho, Daniel Penha e Bruninho; Papagaio. Essa pode ser a formação para pegar o Tupynambás, amanhã, às 21h30, em Juiz de Fora.

NOVATO

Antes do treino, o armador Geuvânio, de 26 anos, foi apresentado como novo jogador alvinegro. Ele assinou contrato até o fim da temporada, com opção de renovação por mais um ano, e chegou depois de rescindir com o Tianjin Tianhai, da China.

O objetivo é ter temporada melhor que a do ano passado, quando defendeu o Flamengo. Ele já teve o nome publicado no Boletim Informativo Diário da CBF, mas precisa de mais tempo para estrear. “Fiquei um tempinho parado porque estava negociando a rescisão de contrato com o clube chinês. Com mais uma semana treinando firme estarei apto a jogar”, disse.


Publicidade