Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Mineiros brigam pela liderança na última rodada


postado em 15/03/2019 05:06

Mara, do Minas, e Carol, do Praia, entram em quadra hoje em busca da liderança da Superliga (foto: Fotos: Marcos Vieira/EM/D.A Press )
Mara, do Minas, e Carol, do Praia, entram em quadra hoje em busca da liderança da Superliga (foto: Fotos: Marcos Vieira/EM/D.A Press )

 


A Superliga Feminina de Vôlei chega à última rodada da fase de classificação com a supremacia mineira em evidência e a briga pela liderança entre Minas e Praia. Isso acontece pela primeira vez na história da competição. Apenas um ponto separa as duas equipes. O time da capital lidera com 56 pontos e jogará fora de casa, contra o Curitiba, oitavo colocado. Já o Praia recebe o Sesc-RJ, terceiro, em Uberlândia (SporTV2). A rodada terá ainda Pinheiros-SP x Camboriu-PR, Sesi-SP x Fluminense, São Caetano x Barueri-SP e Osasco-SP x Brasília. Todos os jogos serão às 21h30.


As campanhas das duas equipes são quase idênticas. Foram 19 vitórias e duas derrotas de cada uma. Em sets, o Minas venceu 61 e perdeu 19, enquanto o Praia saiu vencedor em 60 e derrotado em 17. O que difere a pontuação é justamente as derrotas. O MTC perdeu duas vezes, ambas por 3 a 2 – uma delas para o time do Triângulo. Já o Praia foi derrotado uma vez por 3 a 2 e uma por 3 a 1, o que explica a diferença de um ponto entre os rivais mineiros – com 3 a 0 ou 3 a 1, o vencedor soma três pontos, enquanto que com 3 a 2, apenas dois e o perdedor leva um ponto.


Na temporada, a vantagem é do Minas nos confrontos diretos. O time da capital foi campeão sul-americano e mineiro ao derrotar a equipe do Triângulo. Pela Superliga, uma vitória para cada lado, coincidentemente, nenhum dos dois venceu em casa.


No Minas, o entusiasmo existe por conta de o time não liderar a Superliga desde 2002, quando se sagrou campeão pela última vez – é bicampeão do torneio, tendo vencido também em 1993. Já no Praia, a briga é pela conquista do bicampeonato – foi campeão ano passado.

PELA VANTAGEM NOS PLAYOFFS Pelo lado do Minas, o jogo é visto como uma decisão antes dos playoffs. “Temos de vencer, e bem. Fazer os três pontos para terminar em primeiro lugar. Isso nos dará privilégios, vantagens nos playoffs”, diz a meio de rede Mara. Para ela, o objetivo é chegar à final decidindo sempre em casa, com o apoio da torcida.


No Praia, as jogadoras e o técnico Paulo Coco consideram que o time tem um jogo bastante difícil hoje. E, além disso, precisam torcer por derrota do Minas para conquistar a liderança. “Estamos felizes com nossa campanha, mas queremos mais. Terminar essa fase em primeiro é importante para poder decidir sempre em casa. Estamos cada vez mais unidas, o que é importante para sairmos vencedoras. Os últimos resultados mostram que nosso grupo é forte e que estamos crescendo”, diz a meio de rede Carol.


Publicidade