Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Crise adia duelo celeste

Com dificuldade do Deportivo Lara em deixar a Venezuela, jogo do Cruzeiro é remarcado para amanhã. Mudança mexe até com a partida da Raposa contra o Tupi no fim de semana


postado em 13/03/2019 05:05

Fred e seus companheiros em descontração no treino: adiamento definido pela Conmebol altera programação dos atletas(foto: Igor Sales/Cruzeiro)
Fred e seus companheiros em descontração no treino: adiamento definido pela Conmebol altera programação dos atletas (foto: Igor Sales/Cruzeiro)


Os graves problemas políticos e de abastecimento enfrentados pela Venezuela atingiram a tabela da Copa Libertadores e até do Campeonato Mineiro. O jogo do Cruzeiro com o Deportivo Lara, que estava marcado para hoje, às 19h15, no Mineirão, pela segunda rodada do Grupo B da competição continental, foi adiado para amanhã, nos mesmos horário e local. Houve dificuldades da delegação venezuelana para deixar o país desde segunda-feira. Por consequência, a partida da Raposa com o Tupi, em Juiz de Fora, pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro, inicialmente prevista para sábado, à 16h, foi transferida para domingo, em horário a ser definido pela Federação Mineira de Futebol (FMF).

As mudanças obrigam o clube celeste a alterar toda a programação da semana. Tão logo o adiamento foi confirmado pela Conmebol, por volta das 21h30 de ontem, os jogadores foram liberados da concentração, que havia começado em seguida ao treinamento comandado à tarde pelo técnico Mano Menezes.

Eles voltarão à Toca da Raposa II hoje para treino, às 16h. Na oportunidade, serão comunicados da programação no restante da semana, como o horário do regenerativo de sexta-feira. No sábado, as atividades devem ser pela manhã, com viagem à tarde para a Zona da Mata.

O regulamento da competição continental estabelece que as delegações precisam estar no local da disputa no mínimo 24 horas antes do horário marcado para o início, sob o risco de advertência, multa e até perda de pontos. Porém, diante da indefinição do Deportivo Lara quanto à saída da Venezuela, a entidade máxima do futebol sul-americano optou pelo adiamento. A direção do Cruzeiro não se opôs.

O rubro-negro venezuelano teve dificuldades para fretar avião para vir ao Brasil. Quando conseguiu, ficou dependendo da autorização das autoridades aéreas brasileiras, o que só ocorreu na noite de ontem.

Ainda sem saber do adiamento, o zagueiro Dedé, que volta ao time depois de cumprir suspensão na estreia na edição 2019 da Libertadores, chegou a dizer que esperava um final tranquilo para toda a situação. “Infelizmente, as coisas estão precárias na Venezuela, mas espero que tudo dê certo, que eles venham e consigam jogar. Quem puder ajudar, que ajude, porque deve ser ruim para o clube. Faz o melhor para estar no melhor campeonato e tem dificuldades para viajar pelo que está acontecendo no país, coisas externas”, afirmou o camisa 26, que no domingo completou 150 jogos com a camisa azul, diante do Tombense.

Os venezuelanos também se mostravam prontos para jogar. “Estamos com sensação muito boa, a equipe está focada na partida, vamos encarar uma equipe de muito bom futebol, estamos bem preparados para buscar três pontos”, dizia o zagueiro paraguaio Miers, que aponta o meio-campo como o ponto forte celeste.

PROGRAMAÇÃO Resta saber agora como será a rotina dos venezuelanos em Belo Horizonte. Eles terão de definir local para treinar. Se decidirem ir ao Mineirão, será apenas para conhecimento do gramado, não sendo possível usar chuteiras ou bater bola.

Este é o segundo jogo do Deportivo Lara adiado nesta Libertadores. A estreia, contra o Emelec-EQU, estava marcada para quinta-feira à noite, mas, devido à falta de energia, só foi disputada na tarde de sexta-feira, terminando em 0 a 0. Já o duelo caseiro com o Estudiantes de Caracas, no domingo, foi suspenso por problemas de abastecimento e divisão política.


Venda de ingressos mantida

Os ingressos já vendidos antecipadamente para a partida do Cruzeiro com o Deportivo Lara terão validade normal. De acordo com o clube, que emitiu nota oficial sobre o adiamento, quem tiver adquirido a entrada e não puder comparecer amanhã ao Mineirão será ressarcido. “O Cruzeiro lamenta o ocorrido e informa que, nesta quarta-feira, comunicará aos seus torcedores toda a dinâmica para reembolso”, indica o comunicado. O clube reforça que a comercialização dos tíquetes prossegue por meio dos sites socio5estrelas.com.br e ingresso.cruzeiro.com.br, no Ginásio do Barro Preto e nas bilheterias Sul do Mineirão, das 10h às 19h.


Publicidade