Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Fábrica de paredões

Depois de atuação fantástica de Fábio na estreia na Libertadores, Rafael salvou o time no último domingo pelo Mineiro. Ambos creditam a boa forma aos treinamentos de Robertinho


postado em 12/03/2019 05:04

Fábio e Rafael elogiam muito o tipo de treinamento feito pelo preparador de goleiros Robertinho(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press - 16/1/19)
Fábio e Rafael elogiam muito o tipo de treinamento feito pelo preparador de goleiros Robertinho (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press - 16/1/19)


As atuações dos goleiros do Cruzeiro nas duas últimas partidas evidenciaram mais uma vez que o clube está muito bem servido na posição. Se Fábio fechou o gol na vitória por 1 a 0 sobre o Huracán-ARG, quinta-feira, em Buenos Aires, pela primeira rodada do Grupo B da Copa Libertadores, o reserva Rafael fez o mesmo nos 2 a 0 diante do Tombense, domingo, no Mineirão, pela nona rodada do Campeonato Mineiro. Os cruzeirenses comemoram o bom desempenho dos arqueiros, que ajudaram a garantir pontos importantes mais uma vez. E ficam tranquilos para a sequência, a começar pelo jogo com o Deportivo Lara-VEN, amanhã, às 19h15, no Gigante a Pampulha, novamente pelo torneio continental.

“Vamos acordar que, todo mundo aqui sabe, que a gente só pode jogar com um goleiro, né? (risos). Partindo desse pressuposto, ou vai ser Fábio ou vai ser Rafael. Eu já tive a felicidade de ter os dois como titulares”, afirma o técnico Mano Menezes, que não poupa elogios ao camisa 12. “Penso que Rafael seria titular em boa parte dos clubes do Brasil.”

O próprio jogador se mostrou feliz com a atuação contra o Tombense. E fez questão de destacar a participação do preparador Robertinho e do auxiliar Leandro Franco para conseguir boas atuações. “Tenho que dar muito crédito e agradecer muito ao Robertinho e ao Leandro, são dois caras excepcionais. Quem acompanha o dia a dia na Toca da Raposa II sabe o quanto eles exigem de nós e, com certeza, é isso que faz com que estejamos na melhor condição para entrar em campo e fazer o nosso melhor”, declara Rafael, que pegou pênalti cobrado pelo experiente Juan, além de ter feito ao menos três defesas excepcionais.

ELOGIOS Robertinho devolve as palavras. Segundo ele, tanto Fábio quanto Rafael são jogadores de altíssimo nível, assim como o terceiro goleiro Vítor Eudes e o jovem Marlon, que começou a treinar com os profissionais depois que Gabriel Brazão foi para a Itália.

“Estamos muito felizes com nossos goleiros. O Vítor Eudes é do nível do Rafael ou para cima. O Marlon chegou agora e está mostrando qualidade. Estão todos trabalhando em alto nível. Há respeito entre eles, todos sabem quem é o titular, mas o próprio Fábio tem consciência de que, se não se esforçar diariamente, pode perder o lugar”, argumenta o responsável por manter os arqueiros celestes em alto nível.

Ele enaltece a qualidade dos comandados, que se dedicam bastante no dia a dia. Os métodos de Robertinho incluem atividades técnicas e também muita conversa para alertá-los para os perigos dos adversários. Mesmo quando está previsto o conhecido trabalho regenerativo, pós-jogos, os goleiros vão a campo e costumam trabalhar duro, faça chuva ou sol.

“O mais importante é que o clube acredita no nosso trabalho. Isso nos motiva a nunca nos acomodar, sempre procurar fazer o melhor”, declara o preparador, que costuma criar apetrechos para incrementar as atividades. “A gente trabalha muito, pois as oportunidades podem surgir a qualquer momento. Todos sabem disso.”

É justamente pela aplicação nos treinos que Rafael consegue se sair bem mesmo jogando pouco. Há 10 anos como profissional, ele soma 109 jogos com a camisa celeste. “Trata-se de um atleta de muita qualidade, que é muito focado na carreira. Ele quer se firmar como titular do Cruzeiro. Já teve propostas para sair, mas sempre preferiu ficar. É de extrema confiança e o vejo como o cara para substituir o Fábio quando ele se aposentar”, pondera Robertinho.

Rafael vive a expectativa de ter mais chances nos próximos jogos. Afinal, Mano Menezes tem poupado titulares quando o time tem compromissos duas vezes por semana – depois do jogo com os venezuelanos, o time voltará a campo no sábado visitando o Tupi, em Juiz de Fora, e na quarta-feira vai encerrar a participação na primeira fase do Campeonato Mineiro recebendo a Caldense. No fim de semana seguinte já começam os mata-matas do Estadual.

ESTRELADAS...

Promessa de casa cheia
30 mil

Número de torcedores que já têm presença garantida no Mineirão para ver Cruzeiro x Deportivo Lara-VEN, amanhã, no Mineirão

Logística dos venezuelanos

Com os problemas gerados pela crise na Venezuela, a delegação do Deportivo Lara está tendo dificuldades para viajar a Belo Horizonte. Informação é de que os venezuelanos sairão hoje pela manhã de Valencia em direção a Manaus-AM. De lá, saem às 17h30 para a capital mineira, chegando por volta das 21h. Cabudare, onde fica a sede da equipe, sofreu com o apagão que atingiu o país e ficou 90 horas sem luz.

Time quase pronto
Pouco mais de 12 horas depois de vencer o Tombense, o Cruzeiro retornou aos trabalhos na manhã de ontem, na Toca da Raposa II, se preparando para o jogo com o Deportivo Lara, amanhã, no Mineirão. Poupados do compromisso pelo Mineiro, os prováveis titulares realizaram atividade técnica, sem zagueiros, que teve formação com Edílson e Egídio nas laterais; Henrique e Romero de volantes; Robinho, Rodriguinho e Rafinha na linha de armadores; e o atacante Fred. O zagueiro Dedé, que atuou no domingo, fez trabalho regenerativo.

De fora
Substituído ainda no primeiro tempo do jogo com o Tombense devido a dor na panturrilha direita, o armador Thiago Neves não deverá ser relacionado para o jogo pela Copa Libertadores. Apesar de o local já ter sido acometido por dois estiramentos musculares em 2019, o médico Sérgio Campolina descarta a recidiva da lesão. O atacante Raniel, ainda se recuperando de contusão na coxa direita,é outro que não estará à disposição do técnico Mano Menezes.


Publicidade