Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Olho no Estadual, coração na Libertadores

Mais uma vez, Atlético usará reservas no Mineiro, agora contra o Tupi. Time pode 'dormir' líder e torce por empate de América e Cruzeiro amanhã. Duelo com Defensor será na quarta


postado em 16/02/2019 05:08

Levir Culpi orienta Leonardo Silva, Zé Welison, Guga e Carlos César: chance de assumir a ponta com time B na disputa regional(foto: BRUNO CANTINI/ATLÉTICO)
Levir Culpi orienta Leonardo Silva, Zé Welison, Guga e Carlos César: chance de assumir a ponta com time B na disputa regional (foto: BRUNO CANTINI/ATLÉTICO)


Com foco nos duelos contra o Defensor pela Copa Libertadores, o Atlético terá um time alternativo na partida contra o Tupi, pelo Campeonato Mineiro. As equipes se enfrentam às 19h, no Independência, pela sétima rodada. Vale a chance de liderança (ainda que temporária) para o Galo e, para o adversário, esperança de escapar da zona de rebaixamento.

O jogo diante do Defensor, pela ida da terceira fase da competição internacional, foi confirmado para as 21h30 de quarta-feira, no Estádio Luis Franzini, em Montevidéu (o de volta será dia 27, no Horto). Por isso, a preocupação de preservar os principais jogadores no Estadual.

Apesar da concentração na competição internacional, os comandados do técnico Levir Culpi sabem da importância do jogo no Horto. Em terceiro lugar na classificação, o time alvinegro somou 13 pontos – um a menos que o líder, América, e segundo colocado, Cruzeiro, que se enfrentam amanhã. Vitória sobre o Tupi e empate no clássico representaria a ponta do campeonato ao alvinegro.

“O resultado projeta o time para as primeiras posições. Esta é a nossa ideia: levar bem o Campeonato Mineiro e procurar conquistá-lo. É uma dificuldade dividir as atenções. Mas estamos procurando fazer o melhor. Os jogadores estão sabendo disso. Por isso, estamos conseguindo controlar bem o elenco com várias modificações”, disse Levir Culpi.

A tendência é que a base do time que venceu por 1 a 0 a Caldense no último fim de semana, no Ronaldão, seja mantida. Serão duas mudanças à formação em Poços de Caldas: entram o volante Zé Welison e o atacante Maicon Bolt nas vagas do suspenso Jair (expulso) e do jovem Alessandro Vinícius, de 19 anos.

Como ocorreu nas semanas que antecederam os jogos diante do Danubio – pela segunda fase da Libertadores –, a perspectiva é que, no período da manhã, os titulares treinem na Cidade do Galo. Para os reservas, que jogam no Independência, é a oportunidade de conquistar a confiança do treinador e, claro, mostrar que podem participar das partidas mais importantes.

“Quem entrar tem que entrar bem, porque pode precisar em algum jogo importante de Libertadores ou em algum clássico. Aconteceu recentemente comigo neste ano, no clássico contra o Cruzeiro. O Réver sentiu. Tive que assumir. Essa oportunidade que o Levir dá no Mineiro é importante para a gente ter sequência de jogos”, avaliou o zagueiro Maidana.

CONCORRÊNCIA Titular no segundo semestre de 2018, o defensor de 23 anos perdeu a posição em 2019. A dupla escolhida por Levir Culpi para as principais partidas é formada por Réver e Igor Rabello, recém-contratados, mas Maidana vê a situação com tranquilidade. “Quem veio tem muita qualidade, tanto o Réver quanto o Igor. Então, a gente tem que estar preparado, para quando for substituir, substituir à altura. É para isso que estou me preparando”.


O ADVERSÁRIO
Nos contra-ataques

Penúltimo colocado do Campeonato Mineiro, o Tupi somou apenas quatro pontos em seis partidas. O time de Juiz de Fora, cidade da Zona da Mata, ainda não venceu na competição. Foram quatro empates e duas derrotas, com quatro gols marcados e 10 sofridos. Para conseguir a primeira vitória e sair da zona de rebaixamento, o técnico Gerson Evaristo aposta num esquema em que possa se resguardar e recorrer aos contra-ataques. Assim, deve mandar a campo um time mais defensivo. Durante a semana, o comandante chegou a testar uma formação com quatro volantes.


FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO X TUPI

Atlético: Cleiton; Guga, Leonardo Silva, Iago Maidana e Carlos César; Zé Welison, Lucas Cândido, Vinícius e Terans; Maicon Bolt e Alerrandro
Técnico: Levir Culpi
Tupi: Vilar; Afonso, Thiago, Aislan e Emerson; Max Carrasco, Diego, Baiano e Eduardo Nardini; Gabriel e Romarinho
Técnico: Gerson Evaristo
7ª rodada do Campeonato Mineiro
Estádio: Independência
Horário: 19h
Árbitro: Antônio Márcio Teixeira da Silva
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Leandro Salvador da Silva
TV: Pay-per-view


ATLETICANA...
Papagaio liberado

O Atlético confirmou ontem a inscrição do atacante Papagaio no Boletim Informativo Diário (BID), da CBF. Com isso, ele fica livre para estrear com a camisa alvinegra, mas ainda precisa passar por avaliação do departamento médico do clube sobre entorse do tornozelo esquerdo sofrida no Sul-Americano Sub-20. A apresentação do reforço será na próxima semana. O atleta de 19 anos está emprestado pelo Palmeiras. Ele chega com o desafio de ser a tão esperada “sombra” do titular Ricardo Oliveira. Além deles, o alvinegro conta com Alerrandro, de 18 anos, para a posição de centroavante.


Publicidade