Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

A força do conjunto

Em alta, defendendo liderança da Superliga Feminina, Minas recebe hoje o Osasco. Jogadoras exaltam união do grupo


postado em 15/02/2019 05:07

Para atletas, o fator casa também tem feito a diferença a favor da equipe de BH(foto: ORLANDO BENTO/MINAS/DIVULGAÇÃO - 8/11/18)
Para atletas, o fator casa também tem feito a diferença a favor da equipe de BH (foto: ORLANDO BENTO/MINAS/DIVULGAÇÃO - 8/11/18)


Desde que a temporada de vôlei feminino começou, em outubro, o time do Minas vem se destacando. E duas novatas que têm ganho papel decisivo também caíram nas graças da torcida: a oposto Bruna Honório e da meio de rede Maiany se juntaram às já reconhecidas meio de rede Carol Gattaz e Mara, à levantadora Macris, às ponteiras Gabi e Natália e ainda à líbero Leia. Todas estarão em quadra hoje, quando o Minas, líder da Superliga Feminina de Vôlei, enfrentará o Osasco, quinto colocado, às 21h30, na Arena Minas, pela sétima rodada do returno da fase de classificação.

O time está em alta pela conquista da Copa Brasil, há duas semanas, e o vice-campeonato mundial, em dezembro de 2018. Muito desse alta se deve ao conjunto, como diz Gattaz, capitã, ressaltando a união do elenco. “Nós fazemos tudo juntas. Somos um grupo, uma equipe. Conversamos sobre cada jogo, antes e depois, tanto com o nosso técnico, o Stefano Lavarini, como entre a gente. Procuramos melhorar sempre.”

A oposto Bruna Honório vai além e diz que existe ainda o apoio da torcida, sempre presente. “O torcedor nos incentiva a cada minuto. Fala sempre palavras de incentivo. Isso é estimulante, pois nos dá força e confiança.”  Para ela, uma motivação extra: “Nos apoiamos não só no nosso time, no nosso companheirismo, mas também numa outra arma de que dispomos: nossa torcida”.

Este será o terceiro jogo entre Minas e Osasco nesta temporada. No turno da Superliga, no interior paulista, vitória da equipe mineira por 3 a 0. Na semifinal da Copa Brasil, em Gramado (RS), nova vitória, 3 a 1. Bruna diz que o adversário é traiçoeiro. “Jogar contra o Osasco é sempre muito difícil. É um time que tem jogadoras experientes. O fato de termos vencido duas vezes não quer dizer que já ganhamos este jogo. Elas estão com raiva da gente. Vão querer vingança. Por isso temos de entrar em quadra concentradas e focadas o tempo todo. Não podemos vacilar. Não podemos deixar que cresçam em cima da gente. É um time que tem muita força de ataque”.

O Minas lidera, com 47 pontos, seguido pelo Praia, três atrás. Venceu 16 de seus 17 jogos. O time paulista está em quinto, com 31 pontos. Ganhou 10 partidas e perdeu seis.

INGRESSOS
Os ingressos para a partida custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e podem ser adquiridos por meio do site www.eventim.com.br. Haverá venda também na bilheteria do ginásio, a partir de 20h. Sócios do Minas podem comprar os bilhetes diretamente nas Centrais de Atendimento, no próprio clube. Os 150 primeiros que estiverem na fila da ação para a doação de 1kg de alimento não perecível terão direito a entrada grátis e a uma camisa da Torcida Minas.


Publicidade