Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Frederico Teixeira: Quem previu, quem prevê...


postado em 07/02/2019 05:07

(foto: Claudio Reyes/AFP)
(foto: Claudio Reyes/AFP)


>> fredericoteixeira.mg@diariosassociados.com.br

Um surrado ditado prega que, no futebol, algumas verdades não duram 24 horas. O que dizer então de previsões feitas há 57 dias? Pois esse será o intervalo entre o sorteio dos confrontos e o início dos duelos das oitavas de final da Liga dos Campeões, na semana que vem. E muita coisa mudou de lá para cá. Equipes consideradas favoritas absolutas já não têm o mesmo status e azarõe’ se fortaleceram. Quem tem a ganhar com isso é o apaixonado por futebol.

A última rodada da fase de grupos da Champions foi encerrada em 12 de dezembro. Cinco dias depois, a Uefa realizou o sorteio e algumas barbadas foram apontadas: PSG diante do Manchester United, Roma contra Porto, Barcelona sobre Lyon, Real Madrid diante do Ajax e Manchester City sobre o Schalke. Os duelos “equilibrados” seriam Liverpool x Bayern, Atlético de Madrid x Juventus e Tottenham x Borussia. Só que o quadro hoje é diferente.

O caso de maior destaque é o do PSG. Enquanto a equipe ficou sem Neymar, contundido, e perdeu a primeira no Francês, o United, sob comando de Solskjaer, mudou da água para o vinho, emendando oito jogos de invencibilidade na Premier League. Promessa de jogão. Acredito em classificação do time francês, mas não será um passeio como previsto há quase dois meses.

Outros duelos também mudaram de figura. No Roma x Porto, a equipe italiana tem fracassado no Nacional e foi eliminada da Copa da Itália pela Fiorentina com goleada de 7 a 1! No Tottenham x Borussia, os Spurs perderam boa parte da força em função das contusões de Harry Kane e Delle Alli.

Nos demais confrontos, nem o tempo deve ser capaz de mudar os prognósticos. É certo que os jogos de volta serão apenas em 5,6 e 12,13 de março, mas cravo vagas de Liverpool, City, Juventus, Real e Barça (mesmo que alguns venham tropeçando em campeonatos ou copas nacionais). Vamos aguardar para ver. Menos mal que o intervalo entre os sorteio e o jogos das quartas de final será de “apenas” 24 dias... Os apostadores – e comentaristas esportivos – agradecem.

Grana vale mais
A tragédia com o jogador argentino Emiliano Sala, de 28 anos, cujo avião em que viajava caiu no Canal da Mancha, tem jogado em nossa cara como – para o ‘mercado’ – o dinheiro está acima de tudo e de todos. Primeiro, veio a denúncia de amigos do jogador de que ele fora obrigado pelo empresário (Willie McKay) a entrar no avião contra sua vontade. Agora, vem à tona a informação de que o Nantes, da França, teria exigido do Cardiff (no prazo de 10 dias) o pagamento dos cerca de 17 milhões de euros (em torno de R$ 72 milhões), sob alegação de que o jogador já havia assinado contrato. A equipe do País de Gales afirma que cumprirá com suas obrigações, mas pretendia inicialmente esperar o esclarecimento das circunstâncias do acidente... Triste demais!

Histórico de sufoco
A Seleção Brasileira Sub-20 entra em campo hoje para encarar o Equador com a corda no pescoço. Última colocada do hexagonal final do Sul-Americano, precisa vencer para manter vivas suas chances de avançar ao Mundial da categoria (os quatro primeiros se garantem). Mas campanhas fracas da Amarelinha na competição não são novidades. Em 2013, a equipe não se classificou à fase final. Em 2015, terminou em 4º lugar, e em 2017 ficou na 5ª colocação. Desta vez, até a preparação foi complicada: nos poucos amistosos, o técnico Carlos Amadeu insistiu na presença de Vinícius Júnior e Paulinho, mesmo sabendo que dificilmente seriam liberados por Real Madrid e Bayer Leverkusen, respectivamente. Sem eles, não conseguiu encontrar um time-base e sofreu com a ineficiência do ataque (só cinco gols em seis jogos).

Não cabe todo mundo
Para não repetir o sufoco da sub-20, a Seleção Brasileira Sub-17 começa a treinar amanhã na Granja Comary, em Teresópolis, para o Sul-americano que será disputado mês que vem, no Peru. O técnico Guilherme Dalla Déa convocou 26 jogadores, mas só pode inscrever 22 no torneio. Assim, ao fim de 15 dias de trabalhos, quatro terão que ser cortados. Dois amistosos contra o Uruguai (dias 19 e 21) serão decisivos. A lista final dos convocados será divulgada no dia 22. O Brasil é o atual bicampeão sul-americano da categoria, tendo faturado o título em 2015 (Paraguai) e 2017 (Chile).

Dá pra confiar?
A Fifa anunciou nesta semana a criação de uma empresa para “dividir a organização da Copa de 2022”. A ideia seria “participar mais ativamente” dos preparativos para o torneio no Catar e agilizar a entrega operacional do Mundial, já que estamos a pouco mais de três anos para o início do torneio. Seria uma forma de não repetir os atrasos nas obras, como os ocorridos em algumas sedes do torneio realizado no Brasil em 2014, por exemplo. A entidade só não esclareceu muito bem como será gerenciada toda a verba prevista pelo país asiático para a Copa...

 

 

De olho
Jan Hurtado

Com bom porte físico, velocidade e precisão nas conclusões, o venezuelano Jan Hurtado (foto), que fará 19 anos em março, é um atacante a ser observado pelas grandes equipes. Apelidado de Tanque, Hurtado começou na base do Deportivo Táchira e estreou como profissional pouco depois de completar 16 anos. Em 26 jogos pelo clube, fez oito gols. Em agosto de 2018, assinou contrato de três anos com o Gimnasia y Esgrima, da Argentina (13 jogos, 2 gols). Defende a Vinotinto desde o sub-17, tendo participado da campanha do vice-campeonato mundial sub-17 em 2017.


Publicidade