Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Com reforços ainda chegando, Raposa estreia em busca do bi

Cruzeiro atual campeão, Clube não conquista dois mineiros seguidos há 10 anos


postado em 19/01/2019 05:02

(foto: Fotos: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
(foto: Fotos: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)


O Cruzeiro começa hoje, às 16h30, diante do Guarani, em Divinópolis, a busca pelo 39º título do Campeonato Mineiro. Atual campeão, a equipe celeste espera manter a hegemonia estadual, ainda que os objetivos na temporada sejam bem mais altos. A Copa Libertadores, cuja fase de grupos começará em março, é a prioridade.

Para isso, o clube manteve a base do grupo que foi campeão mineiro e também da Copa do Brasil do ano passado. A maior baixa foi o armador De Arrascaeta, que se transferiu para o Flamengo, com o clube recebendo 13 milhões de euros (cerca de R$ 55 milhões). Os demais que saíram foi porque a avaliação é que não acrescentariam tanto neste ano ou cujos salários eram altos, casos do lateral-direito Ezequiel, do zagueiro Manoel, do volante Bruno Silva, do armador Mancuello e do atacante Rafael Sobis.

Por outro lado, vieram o lateral-direito Orejuela, o volante Jadson e o meia-atacante Marquinhos Gabriel – que chegou ontem a Belo Horizonte e assinou contrato por três anos –, e Rodriguinho está perto de ser anunciado. O clube ainda busca um atacante de velocidade que atue pelos lados do campo.

Com tudo isso, o técnico Mano Menezes considera que o grupo segue forte para conquistar o bi, o que não ocorre há 10 anos. “O que acontece é que estamos construindo uma equipe e não sabemos exatamente com ela vai ficar. Vamos ver como se comporta, alguns jogadores devem apresentar crescimento, as coisas se ajeitam. Temos certeza de que todos vão dar o melhor e que estaremos no caminho certo”, diz o treinador.

Apesar de saber da cobrança que uma equipe como o Cruzeiro sofre ao entrar no Mineiro, ele prefere tirar a pressão dos atletas. “Não acho que seja obrigação ganhar nada no futebol brasileiro, isso é uma falácia. Sabemos da superioridade que temos em relação aos clubes do interior, que queremos estar na fase final. Mas temos de nos preparar para isso. Somos campeões, vamos entrar para defender o título, mas só na decisão vamos falar em ganhá-lo novamente. Temos nosso rival, que também tem responsabilidade, e o América, com o Givanildo, que levou o time ao último título (em 2016). E foi quando também tivemos a obrigação de ganhar e deixarmos escapar. Então é preciso ter calma.”

POUCO TEMPO

Como a apresentação dos jogadores foi há 17 dias, a pré-temporada vai continuar durante os primeiros jogos do Mineiro. E o torcedor deverá se acostumar a ver mudanças constantes na equipe, justamente para que todos ganhem a melhor condição física e técnica possível. “Nenhum jogador vai ser preservado, porque quem ficar fora do jogo vai ter de trabalhar em dobro. É condicionamento físico. Quem tiver a semana inteira vai treinar bastante”, argumenta Mano.

Os atletas estão cientes da responsabilidade e aprovam a política da diretoria e da comissão técnica. “Se deu certo nos últimos anos, o Cruzeiro tem de manter a base. Claro que tem de chegar reforços, nosso elenco está pequeno, perdemos peça importante e é preciso repor. Mas é melhor vir poucos de qualidade do que muitos sem qualidade”, argumenta o armador Robinho.

Grupo

Goleiros
Fábio, Rafael, Gabriel Brazão e Vitor Eudes

Laterais
Edilson, Orejuela, Egídio, Patrick Brey e Rafael Santos

Zagueiros
Dedé, Cacá, Leo, Murilo e Fabrício Bruno

Volantes
Henrique, Ariel Cabral, Lucas Romero, Lucas Silva, Jadson e Éderson

Armadores
Rafinha, Robinho e Thiago Neves

Atacantes
David, Fred, Barcos, Sassá e Raniel

***

Destaque

Fábio

Campeão em 2006, 2008, 2009, 2011, 2014 e 2018, o goleiro busca o sétimo título estadual em Minas Gerais, tendo também um carioca. Ele é sinônimo de segurança para os cruzeirenses, sempre com grandes defesas e também liderança dentro e fora de campo. Apesar dos 38 anos e de estar indo para a 15ª temporada pelo clube, não está acomodado e continua com sede de conquistas, como mostrou no ano passado

***

Técnico

Mano Menezes



O treinador tem a oportunidade de começar o trabalho pela terceira temporada consecutiva, fato raro no Brasil. Assim, espera-se que consiga tirar o melhor de cada um dos jogadores, além de aprimorar a forma de jogar da equipe depois do bicampeonato da Copa do Brasil em 2017 e 2018. Sexto treinador que mais dirigiu o clube, ele busca o segundo Mineiro da carreira – também tem no currículo três Gaúchos e um Paulista

***

Colocação em 2018


títulos mineiros

38
ficha técnica

Cruzeiro
Fábio; Edilson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Robinho, Rafinha e David; Fred
Técnico:
Mano Menezes

Guarani
Leandrão; Denis, Reniê, Paulão e Vitão; Alemão, Renato Xavier e Ewerton Maradona; Paulo Morais, Charles e Douglas
Técnico:
Gian Rodrigues

. Estádio: Farião
. Horário: 16h30
. Árbitro: Felipe Fernandes de Lima
. Assistentes: Pedro Araújo Dias Cotta e Helen Aparecida Gonçalves Silva Araújo


Publicidade