Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

City põe fogo no Inglês

Time de Guardiola vence o Liverpool por 2 a 1 e diminui para quatro a diferença de pontos para os Reds, líderes


postado em 04/01/2019 05:02

Argentino Agüero abriu o caminho da vitória dos Citizens, resultado que deu fim à invencibilidade de 20 jogos da equipe de Klopp(foto: PAUL ELLIS/AFP)
Argentino Agüero abriu o caminho da vitória dos Citizens, resultado que deu fim à invencibilidade de 20 jogos da equipe de Klopp (foto: PAUL ELLIS/AFP)

 

Quem queria emoção no aguardado duelo entre Manchester City e Liverpool, no Etihad Stadium – e, por consequência, no Campeonato Inglês –, não se decepcionou. O time da casa derrotou os Reds por 2 a 1, levou sua torcida à loucura e esquentou a briga pelo título da Premier League. De quebra, ainda derrubou a invencibilidade de 20 jogos da equipe comandada por Jürgen Klopp, que amargou dois gols em um único jogo pela primeira vez.

O duelo foi cercado de expectativa por reunir dois dos times mais elogiados no mundo atualmente, inclusive pelos treinadores adversários. Líder invicto da competição, finalista da Liga dos Campeões e com atuações que têm encantado pelo futebol ofensivo, o Liverpool encarou o atual campeão inglês, com uma das maiores campanhas da história do país por ter feito mais de 100 pontos na temporada 2017/2018 e comandado pelo badalado Pep Guardiola.

O resultado foi uma partida movimentada, cujo resultado fez cair para quatro pontos a diferença entre os dois primeiros colocados da Premier League, com 21 rodadas disputadas. Com o triunfo, o Manchester City soma agora 50 pontos e volta com força à disputa do troféu. Tottenham (48) e Chelsea (44) fecham respectivamente a zona de classificação para a Liga dos Campeões. Arsenal (41) e Manchester United (38) vêm logo atrás, na quinta e sexta colocações respectivamente, em busca de se aproximarem da disputa da principal competição europeia.

Os Citizens saíram na frente com o argentino Sergio Agüero, aos 40min do primeiro tempo, mas o brasileiro Roberto Firmino empatou para o Liverpool aos 19 da segunda etapa. O alemão Leroy Sané foi o herói do confronto, ao garantir a vitória dos anfitriões, aos 27.

O City, que só tinha vencido um dos últimos 11 confrontos contra o Liverpool, encerrou a sequência ruim contra os Reds, que tentam dar fim a uma seca de títulos do Inglês que começou em 1990. Uma das apostas do Liverpool para voltar a comemorar é a boa fase de Firmino – ontem, ele foi anunciado como vencedor do prêmio Samba de Ouro de 2018, concedido pela Associação Francesa Sambafoot ao melhor jogador brasileiro atuando no futebol europeu.

O camisa 9 do clube inglês recebeu 21,79% dos votos, contra 20,51% de Marcelo e 18,67% de Neymar. É a primeira vez que Firmino vence a premiação e a segunda nos últimos três anos que um jogador do Liverpool é escolhido: Em 2016, Philippe Coutinho foi o escolhido.

Criado em 2008, o Samba de Ouro também já foi dado para Kaká, Luís Fabiano, Maicon, Thiago Silva (três vezes) e Neymar (três vezes).

ESPANHA Depois da pausa para a virada do ano, o Campeonato Espanhol voltou à ativa ontem, com o duelo entre Villarreal e Real Madrid, em jogo que havia sido adiado por causa da participação dos merengues no Mundial de Clubes. Tentando a recuperação depois de um começo de temporada abaixo do esperado, os madrilenos estiveram à frente no placar durante a maior parte do jogo, mas acabaram empatando por 2 a 2, fora de casa.

Apesar de começar o ano na zona de rebaixamento, o Villarreal abriu o placar logo nos primeiros minutos, com Santi Cazorla. O Real contou com os franceses do grupo, Benzema e Varane, para virar ainda na etapa inicial. O empate dos anfitriões veio no final do segundo tempo, novamente com Cazorla. Assim, os merengues perderam a chance de se aproximar um pouco mais do líder do Espanhol, o Barcelona. A diferença entre os dois rivais, agora, é de sete pontos.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade